Regina Duarte
Regina Duarte enfrenta resistência de bolsonaristas (Imagem: Reprodução / Globo)

Regina Duarte trabalha com nomes que considera essenciais para a sua era na Secretaria Especial de Cultura, mas a escolha virou motivo de um cabo de guerra entre a atriz e deputados pró-Jair Bolsonaro.

Mesmo com a fala do presidente da República de que tem carta branca para decidir quem entra e quem sai, a ex-contratada da Globo encontrou resistência por uma ala de bolsonaristas a nomes que ela cogita para a sua equipe. A informação é da revista Crusoé.

Nomes que estão sempre ao redor de Bolsonaro estão atuando nos bastidores de Brasília para impedir, caso seja necessário, que a atriz nomeie o produtor Humberto Braga para o comando da Funarte.

Humberto tem boa relação com a esquerda e com nomes do PT. Caso seja confirmada, ele entra no lugar de Dante Mantovani, nomeado pelo ex-secretário de Cultura Roberto Alvim para a presidência da fundação. Dante foi aquele que chocou a sociedade quando ligou o rock ao satanismo.

O músico, atualmente responsável pelo órgão público de investimento direto na área cultural, disse publicamente que o rock “ativa a droga, que ativa o sexo, que ativa a indústria do aborto” e acrescentou que o gênero musical “alimenta uma coisa muito mais pesada, que é o satanismo”.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA