Detonado por Bolsonaro, ex-CQC “invade” ato e solta alfinetadas: “Me fantasiei de minion”

CQC
Guga Noblat se infiltrou em manifestação pró-Bolsonaro (Imagem: Reprodução – Twitter – SBT / Montagem – RD1)

Ex-integrante do extinto CQC, da Band, Guga Noblat decidiu se infiltrar em manifestação a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em rede social, o jornalista contou que se “fantasiou de minion” para poder cobrir os atos de 7 de setembro que aconteceram nesta terça (7).

Em seu Twitter, o contratado da rádio Jovem Pan compartilhou em seu Twitter vídeos dos atos em Brasília desde cedo e explicou a “tática”. Em uma foto, ele mostrou que estava usando uma máscara onde se lê “Bolsonaro 2022”.

Guga Noblat ainda apareceu utilizando a camisa verde e amarela da seleção brasileira, adotada pelos defensores do atual presidente da República. “Para quem perguntou, as imagens são minhas, me fantasiei de minion e fui lá trabalhar sem correr risco de ser esfolado vivo”, disse.

“Beleza, não portando faca, soco inglês, coquetel de gasolina com pavio, não quebrando nada, não vai ter problema”, alfinetou José Medeiros, deputado federal do Mato Grosso.

O filho de Ricardo Noblat reagiu: “Tá vendo, temos algo em comum, nós dois nos fantasiamos de minion para poder trabalhar”. Ele fez referência à foto de perfil de Medeiros, em que ele também aparecia usando camiseta da CBF.

O ex-CQC ainda publicou o vídeo de um helicóptero no meio de vários apoiadores de Bolsonaro em festa. “Bolsonaro chegou na Esplanada em um helicóptero branco aos gritos de ‘mito’. Lembrei da nave do Xou da Xuxa”, debochou.

Cabe lembrar que Bolsonaro já chegou a trocar farpas com o famoso. Em 5 de março de 2019, Guga Noblat criticou o presidente por ameaçar a imprensa. “Bolsonaro tem mania de ameaçar jornais e artistas críticos ao governo dele prometendo tirar dinheiro. Ou seja, se falassem bem estariam recebendo sem problemas? É isso que fica subentendido. E é exatamente assim que se comporta a velha e mofada política“, escreveu o jornalista, na época.

O chefe do Executivo rebateu: “Errado, cérebro mofado”. “Fui chamado de cérebro mofado pelo Jair Bolsonaro. Deve ser pq não caí na fake news da mamadeira de piroca ou do kit gay que a campanha dele criou. Talquei?”, replicou o famoso.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›