A Hora da Venenosa
Reinaldo Gottino, Renato Lombardi e Fabíola Reipert, líderes de audiência, com “A Hora da Venenosa” (Imagem: Divulgação / Record)

A terça-feira (19) levou a Record a três diferentes posições no ranking de audiência. A emissora amargou o terceiro lugar pela manhã, chegou à liderança durante a tarde – repercutindo o caso Débora Nascimento x José Loreto x Marina Ruy Barbosa – e emplacou a vice em diferentes faixas. O destaque positivo ficou por conta do quadro “A Hora da Venenosa”, do “Balanço Geral SP”, líder mais uma vez.

No ar das 14h às 15h, “A Hora da Venenosa” registrou 12,6 pontos, com 14,8 de pico e 27,4% de participação no número de televisores ligados – contra apenas 9,8 da Globo. Em destaque, o polêmico divórcio de Débora Nascimento e José Loreto. Das 12h às 13h57, o “Balanço Geral” consolidou 9,7 pontos, com 13 de pico e 22% de share; em seu horário completo, 10,7.

O noticiário de Reinaldo Gottino obteve audiência superior à do “Cidade Alerta”; comumente, o programa mais bem-sucedido da grade. O jornalístico de Luiz Bacci marcou 10 pontos, com 12,9 de pico e 17,7% de share, das 16h47 às 19h54.

Pela manhã, apenas o “São Paulo no Ar” foi vice-líder, com 5,1 pontos, 5,5 de pico e 4,9% de share, das 7h às 8h55 – frente os 4,9 do SBT. As demais atrações da faixa amargaram a terceira posição: “Balanço Geral Manhã” (2,7 x 4,7 do principal concorrente), “Fala Brasil” (5 x 5,4) e “Hoje em Dia” (5,1 x 5,3).

Também em terceiro ficaram o “Jornal da Record”, com 8,3 pontos; o “Cine Record Especial”, com “Policial em Apuros” (2014), com 7,1 de média; e a série “Chicago Med”, com 4,2.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!