Duda Reis toma decisão para ajudar vítimas de violência doméstica

Duda Reis
Duda Reis desabafou sobre ONG que abrirá (Imagem: Reprodução / Instagram)

Duda Reis, de 20 anos, usou o seu perfil do Instagram para revelar que vai ter seu próprio projeto filantrópico. Ela contou, nesta segunda-feira (4), nos Stories que vai abrir uma ONG para apoiar mulheres vítimas de violência doméstica.

A atriz, no entanto, ainda não revelou o nome da organização e também não divulgou a data em que o projeto será inaugurado.

“Isso era um segredo, mas está prestes a acontecer. Estamos montando e organizando tudo certinho e creio que será um projeto muito especial. Como quero que seja para sempre, estamos estruturando tudo. Acho que a pressa é inimiga da perfeição, e quero que seja tudo impecável”, explicou a influenciadora.

Ela, cabe lembrar, prestou um boletim de ocorrência contra Nego do Borel após o fim do noivado. Na rede social, em seguida, Duda Reis explicou como será o trabalho da ONG e enalteceu a equipe junto a ela no projeto.

“Será uma ONG em prol das mulheres, onde elas poderão receber ajuda e auxílio jurídico para situações de violência. Estou animada! Não temos a data certa ainda, mas estamos dando o nosso melhor. É uma equipe homérica”, concluiu.

No fim do mês passado, Duda falou sobre a polêmica envolvendo Nego do Borel, o seu ex-noivo, em A Fazenda 2021. O cantor foi expulso do reality show da Record após ser acusado de suposto estupro de vunerável.

A atriz, que acusa o cantor de vários crimes, entre eles abusos sexuais e psicológicos, declarou que as cenas com Dayane Mello fizeram com que ela se lembrasse do relacionamento conturbado que teve.

“Pelo bem da minha saúde mental, hoje minha família e minha equipe me afastou das redes sociais. Costumo gravar vídeos falando, porém ao ver a imagem do meu agressor forçando uma relação sexual com uma mulher 100% vulnerável, automaticamente tive gatilhos enormes e desenvolvi uma série de crises de pânico”, desabafou a famosa.

A influenciadora destacou: “Lembrei do que eu vivia e lembrei de como foi duro ter sido desacreditada por muitas pessoas por muito tempo, enquanto eu me esgoelava para tentar contar o que eu vivi e para ajudar mulheres a não sofrerem o mesmo com o mesmo homem”.

“Tenho pesadelos e flashbacks de inúmeras situações de violência (física e sexual) quase toda semana, e tenho feito diversos tratamentos e sendo muito bem cuidada, porém, os abusadores deixam marcas na alma“, garantiu Duda.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›