E o preconceito? Globo muda texto de Renascer e corta drama de Buba

Renascer
Renascer tem corte em cena importante de Buba (Imagem: Reprodução / Globo)

A Globo ordenou uma mudança importante numa cena de Buba, interpretada por Gabriela Medeiros, no remake de Renascer. Na versão original, Bruno Luperi escreveu uma crítica ao preconceito contra pessoas trans no sistema de adoção, mas o canal cortou.

A alteração foi feita após uma reunião e os integrantes da comissão chegaram ao entendimento que a primeira sequência seria dramática demais e que poderia provocar revolta nos espectadores, segundo o Notícias da TV.

Por causa disso, a decepção de Buba saiu das autoridades competentes e caiu para o namorado, José Venâncio (Rodrigo Simas). O filho de José Inocêncio (Marcos Palmeira) mostrou zero empolgação pela adoção.

Na cena original, Buba conversa com uma funcionária da Vara da Infância e da Juventude. A mocinha insiste na busca pela adoção, mas a colaboradora pública avisa que para uma pessoa trans é mais difícil. “Vão criar inúmeros empecilhos”, adianta.

A psicóloga defende que a sociedade precisa evoluir muito nesse sentido. Mesmo com o choque de realidade, ela dá esperança para Buba. “Eu acredito que você vai estar totalmente apta”, declara.

Globo reage após suposta censura em Renascer

Ainda de acordo com a reportagem, a Globo reagiu por meio de nota e descartou qualquer mudança. “Não houve pedido algum, e a cena gravada foi ao ar conforme o texto escrito pelo autor”, informou.

Renascer estreou na segunda quinzena de janeiro e completou um mês e dois dias no ar com índices na casa dos 26 pontos, pelo menos 2 pontos acima de Terra e Paixão na comparação com o mesmo período.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].