Cordel Encantado
Domingos Montagner, como Herculano, em “Cordel Encantado” (2001), cartaz do “Vale a Pena Ver de Novo” (Imagem: Divulgação / Globo)

Apesar do sucesso, “Cordel Encantado” (2011) não deverá ter vida longa em “Vale a Pena Ver de Novo”. A Globo vem apostando alto na edição da novela de Duca Rachid e Thelma Guedes nestes primeiros capítulos. O capítulo 17 da reprise, no ar nesta quarta-feira (6), correspondeu ao 28º capítulo da exibição original.

Cartaz anterior da faixa, “Belíssima” (2005) chegou ao capítulo 17 de sua reapresentação com cenas do 14º e 15º originais. O mesmo se deu com “Celebridade” (2003), incluindo também sequências do 16º original. Já o capítulo 17 de “Senhora do Destino” (2004), em sua segunda reprise, contou com cenas do 13º e 14º da exibição original, enquanto “Cheias de Charme” (2016) contemplou o 19º e o 20º e “Anjo Mau” (1997), o 21º e o 22º.

A edição, contudo, não trouxe, até o momento, prejuízos à trama de “Cordel Encantado”. A “correria” da emissora atende à ampliação da faixa dedicada ao “Vale a Pena Ver de Novo” na grade vespertina – tomando espaço, dias atrás, de “O Álbum da Grande Família”. Cabe lembrar ainda que folhetim foi exibido pela primeira vez às 18h, horário no qual os capítulos são, tradicionalmente, mais curtos do que os das 19h e os das 21h (faixa de “Belíssima”, “Celebridade” e “Senhora do Destino”).

A Globo já chegou a exibir cenas de três capítulos de “Cordel Encantado” em um único dia – como no último dia 29 (metade do 15º original, mais o 16º e o 17º). Caso mantenham este ritmo, é provável que a novela, com 143 capítulos, chegue ao fim em meados de maio ou, mais tardar, início de junho.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!