Elias Abrão
Elias Abrão fez post no Twitter (Imagem: Reprodução / Twitter)

Após as indiretas mandadas por Leo Dias em seu perfil do Twitter no último domingo (7), Elias Abrão resolveu revidar os comentários do jornalista.

Com uma foto de várias armas de brinquedo na postagem, o diretor escreveu: “Boa noite. Estive ausente porque estava escondendo algumas coisas“. Para completar, ainda colocou alguns emojis rindo.

Ao ver a resposta de Elias, os internautas reagiram. “Segura os ‘tiros’ d’água seu X9“, disse um seguidor. “É amor enrustido pelo Leo? Assume logo“, disparou outro.

É tanto tiro pra todo lado que se perdessem tempo fazendo o bem, estariam bem melhores interiormente!“, afirmou um terceiro.

Para quem não entendeu, tudo começou quando Dias escreveu em sua rede social: “Tem muita gente que faz coleção de armas ilegais… se isso vaza, né, meu amor”.

Na sequência, o jornalista foi mais direto: “A Polícia de SP deveria ficar atenta por que tem diretor de TV que coleciona armas contrabandeadas”.

Anteriormente, Elias provocou o rival ao posar ao lado de Mara Maravilha nos bastidores do “Passa ou Repassa”, do SBT.

Caso Neymar no Rio está parado por causa de Najila Trindade

A Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, deixou o caso Neymar parado. O motivo? O delegado Pablo Sartori aguarda algumas respostas de Najila Trindade para concluir a investigação.

Segundo informações do UOL Esporte, a polícia não solicitou um depoimento presencial da modelo, mas algumas perguntas foram enviadas por meio de carta precatória. O andamento do processo, então, vai acontecer assim que a loira entregar documentos solicitados.

O delegado quer saber, por exemplo, se Najila aprova o vazamento de imagens íntimas sem seu consentimento. Com esses dados em mãos, o inquérito será remetido ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ).

A publicação informa ainda que a conclusão do caso está próxima, visto que ela já respondeu as questões à delegada Juliana Bussacos, titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo, local onde registrou o Boletim de Ocorrência por estupro.

Neymar pode responder por crime virtual, por ter compartilhado imagens íntimas da acusadora sem seu consentimento. Desde que o episódio começou a ser investigado, o atacante, Alex Bernardo, assessor que cuida das redes sociais dele, e o homem responsável pela edição do vídeo foram ouvidos na Cidade da Polícia.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!