Theo Becker e Fábio Porchat
Theo Becker atacou manifestantes e Fábio Porchat reagiu (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Theo Becker reagiu revoltado com as críticas que tem visto contra o presidente Jair Bolsonaro e o resultado das queimadas na Amazônia. O ex-ator da Record saiu em defesa do político e recebeu uma alfinetada do apresentador Fábio Porchat. O famoso não gostou e despejou críticas contra o global.

Na publicação, o artista pró-Bolsonaro mostrou uma imagem de um protesto com pneus sendo queimados em uma rodovia. Theo não informou se a imagem era recente e se fazia parte dos protestos a favor da Amazônia.

“A esquerda protestando contra o Meio Ambiente… Para varias hipócritas! Vocês mesmos tacaram fogo na Amazônia com as ONG’s e ainda protestam da mesma forma”, reclamou na legenda da publicação.

Incrédulo, Porchat reagiu: “A melhor série de humor desde ‘Os Normais'”. Theo Becker rebateu com ironia. “Mermão, bora pra sala de maquiagem. Você tá atrasado… Produção tá bolada já contigo, e amanhã teu horário é as 6h”.

“Brigando comigo ele consegue uma nota da Veja”, disparou o ator, respondendo a uma fã. Não foi a primeira vez que os dois se engalfinham na web. Recentemente, por política, os dois se estranharam na rede social.

O comentário rendeu reações dos internautas. “Fábio, não perde seu tempo com isso, nem vale a pena”, aconselhou uma. “Não tem como ser a melhor série, com um ator desse?”, disparou outra “Esquece política… Esquerda, Direita. Presta atenção, a luta é salvar a Amazônia. Usa suas redes sociais para isso”, pediu uma terceira.

Defensor da direita, Theo Becker ataca petistas, Lula e Venezuela

A polarização entre a esquerda e direita política está cada vez mais forte nas redes sociais. E entre os famosos, não é diferente. Theo Becker, por exemplo, usou o Instagram para atacar defensores do PT e, também, defender o governo.

Em uma montagem onde uma casa com muros baixos aparece atrelada ao período de Ditadura Militar, e outra com cerca elétrica associada à democracia socialista, o ator fez críticas políticas e pediu para que “os de esquerda” deixassem o país.

2022 vem aí e os comunistas petralhas só estão se afundando cada vez mais! Vocês não têm ninguém para os cargos… Todos que escolherem os representar a partir das próximas eleições serão insignificantes ao competir com políticos de direita!“, começou.

Depois, ele incorporou o discurso de que “a mamata acabou” e relembrou a prisão do ex-presidente Lula. “Bora para Cuba ou Venezuela, China ou o raio que os partem… Ralem peito enquanto é tempo do nosso país porque ele é verde e amarelo. Vazem daqui cambada de ladrões“, finalizou.

Houve quem discordasse dele. “Meu Deus, mas o que uma cerca tem a ver? As vezes nem existia esse tipo de concertina, o pessoal colocava até caco de vidro“, disse um seguidor. “Adorei. Seu humor cada dia mais afiado“, disse Fábio Porchat, com ironia.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos