Em grave crise, Paramount mira em produções nacionais para conter custos

Paramount+
Paramount tem crise financeira agravada e tira do ar produções nacionais de plataforma de streaming (Imagem: Reprodução / Paramount)

Numa situação financeira caótica, a Paramount tomou uma atitude drástica envolvendo as produções nacionais da Paramount+, sua plataforma de streaming. Quase todas as atrações foram apagadas do seu catálogo.

O humorístico A Culpa é do Cabral, produzido pelo Comedy Central há mais de 10 anos, teve inúmeras edições retiradas do ar na última quinta-feira (15), de acordo com as informações do jornal Folha de S. Paulo.

Paramount+ perde muito conteúdo nacional

Apenas dez títulos foram salvos do passaralho digital, a maioria filmes produzidos antes do lançamento da plataforma. No entanto, Anderson Spider Silva, no catálogo desse o fim do ano passado, também foi mantido.

Entre as obras excluídas, a série As Seguidoras, a primeira produção nacional do Paramount+, e o reality Drag Race Brasil, foram dos planos da marca no ano que vem.

O Rio Shore, reality de pegação, foi cancelado após três temporadas. A decisão causou espanto, principalmente pelo fato do novo elenco ter gravado a quarta temporada.

Warner mostra interesse pela compra de 100% da Paramount

No fim da temporada passada, a Warner Bros. Discovery mostrou interesse pela compra da companhia para uma posterior fusão, tal e qual o trabalho realizado com a Discovery.

A Paramount Global vale cerca de R$ 10 bilhões de dólares, cerca de R$ 49,5 bilhões de reais. A Warner, por outro lado, soma U$ 29 bilhões de dólares, algo em torno de R$ 143,7 bilhões de reais na cotação atual.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].