Equipe do SBT é alvo de agressão de manifestante ao vivo

SBT
Repórter do SBT é alvo de agressão e reage contra manifestante (Imagem: Reprodução/ SBT)

Uma equipe da afiliada do SBT em Goiás, a TV Serra Dourada, foi alvo de agressão de manifestante ao vivo, nesta segunda-feira (15). Maycon Leão e seu cinegrafista foram agredidos durante uma entrada.

Os profissionais estavam noticiando sobre um protesto de empresários na BR-153 em Goiânia. Os populares pediam no local a abertura do comércio ao poder público, que fechou estabelecimentos não essenciais por causa da pandemia da covid-19.

Um homem, com a camisa da Seleção Brasileira, se aproximou e agrediu o repórter do SBT. Em um vídeo que circula na web, o jornalista questiona o agressor para entender o motivo da agressão.

“Não justifica o senhor me agredir. O senhor sair de onde o senhor estava pra vim me bater. O senhor agrediu meu câmera. O senhor derrubou a câmera, colocou a mão no meu celular”, afirmou o profissional da TV Serra Dourada.

O jornalista ainda disparou: “Estamos levando a informação para a população, é um serviço essencial. Porque o senhor está indo pra cima dele? Dá licença do meu câmera? Não quero conversar com o senhor. Não vou sair da rodovia. Produção, pede pra polícia vir aqui”.

No último domingo (14), uma repórter da GloboNews foi surpreendida com uma invasão durante entrada ao vivo em telejornal. Elisabete Pacheco, no entanto, não ficou calada e reagiu ao invasor.

Tudo aconteceu quando a jornalista abordava o aumento dos casos de coronavírus em São Paulo. Durante a participação no Edição das 15h, a repórter foi interrompida por três vezes por um ciclista, que hostilizou a equipe do noticiário.

O homem gritou frases como “fake news” e “Globo lixo” e acabou atrapalhando o trabalho da jornalista. “Só um minuto. Você vai xingar novamente? Essa pessoa está passando insistentemente aqui”, disparou Elisabete Pacheco.

“Desculpa, Lilian, ter que interromper as informações tão essenciais neste momento para tentar inibir essa pessoa. Você me perdoe pela minha atitude, mas eu tive que ir até ele, porque eu vi que ele passou três vezes para interromper o nosso trabalho”, acrescentou a repórter da GloboNews.

A jornalista ainda afirmou: “As pessoas querem se manifestar, né? As vezes se manifestam de uma maneira exagerada com quem tá trabalhando, informando a população nesse momento tão difícil, onde tantas pessoas morrem e a gente está em uma semana tão cruel, não só para o estado de São Paulo, mas para o país todo”.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›