Cris (Vitória Strada) volta ao passado, como Júlia, para se entregar a Danilo (Rafael Cardoso) (Imagem: Reprodução / Globo)

Está cada vez mais difícil para Cris Valência (Vitória Strada) separar sua vida, hoje, daquela em que, na pele de Júlia Castelo, se envolveu com Danilo (Rafael Cardoso). A atriz vai acabar revivendo a transa do casal, na década de 1930, em “Espelho da Vida”.

Júlia e Danilo irão se encontrar em uma cabana, na região da fazenda; a iniciativa parte dela. “Sou toda sua, Danilo. Você me quer, não é?“, provoca. Danilo fica um pouco tenso, sem entender de onde veio toda coragem da moça, que insiste: “Me beija!“. “Não vou conseguir me conter, não depois de tocar você“, avisa Danilo. “É o que eu mais quero, vem“, responde ela.

Danilo vai devagar e deixa bem claro que não quer que Júlia – na verdade, Cris – se arrependa. “Não quero te magoar“, avisa. “Preciso de você, quero ser sua“, responde Cris sem se importar com o que virá. “Somos um do outro pra sempre“, entrega Danilo. O clima esquenta até que o casal aparece abraçado.”Te amo ainda mais. Não achei que fosse possível“, revela o rapaz.

Cris não contém a emoção. “Também não sabia que alguém pode se sentir assim tão completa. Te amo muito”, declara, como se fosse Júlia.”Você é uma mulher especial, tem a mentalidade muito diferente das outras. Mas não está arrependida?“, indaga. Ela responde “nunca“, enquanto reflete se quer, realmente, sair do passado.

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!