Record
Record escala Cristianne Fridman, autora de “Topíssima”, para próxima trama das 19h45 (Imagem: Reprodução / R7)

A autora Cristianne Fridman foi designada pela Record para escrever a substituta de “Topíssima”, também assinada por ela. Segundo informações da jornalista Patrícia Kogut, a emissora pretende manter tramas contemporâneas na primeira faixa de novelas, às 19h45.

Fridman, cabe lembrar, também está no ar com a macrossérie “Jezabel”. A jornada tripla, com dois folhetins em exibição e um em processo de formatação, só foi possível porque tanto “Topíssima”, quanto “Jezabel”, foram escritas com bastante antecedência, praticamente finalizadas antes do início das gravações.

O “excesso” de trabalho de Cristianne se deve à debandada de autores da Record, bem como os atritos entre a casa e seus contratados. Nos últimos anos, Carlos Lombardi, Gisele Joras, Lauro César Muniz, Margareth Boury e Renato Modesto não renovaram contrato com o canal. Marcílio Moraes, que apresentou projeto para às 19h45, foi o último a sair.

Vivian de Oliveira, da exitosa “Os Dez Mandamentos” (2015), encerrou seu vínculo após a interferência de Cristiane Cardoso, filha de Edir Macedo e representante da Igreja Universal, em “Apocalipse” (2017).

Gustavo Reiz se afastou de “Gênesis”, que substituiria “Jezabel”, pelo mesmo motivo. A novela foi parar nas mãos de Emilio Boechat; Paula Richard, de “Jesus” (2018), irá assinar a produção seguinte.

Desta forma, a faixa das 19h45 sobrou para Cristianne Fridman, que chegou à Record em 2005, colaborando em “Essas Mulheres”. No ano seguinte, foi promovida a titular com “Bicho do Mato” – em parceria com Bosco Brasil. Também respondeu por “Chamas da Vida” (2008), “Vidas em Jogo” (2011) e “Vitória” (2014).

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos