“Eu nem gostava de gay”, revela Whindersson Nunes sobre início da carreira

Whindersson Nunes falou sobre internautas que pensam em vasculhar o seu passado (Imagem: Reprodução)

Nessa onda de vasculhar o passado dos artistas e encontrar alguns podres nas redes sociais, Whindersson Nunes veio a público para cortar o barato de quem pensa em “investigá-lo”.

Com mais de 30 milhões de inscritos no YouTube e milhões de seguidores no Instagram, Facebook e Twitter, Whind falou sobre o preconceito que tinha contra os gays no passado e brincou com o fato de alguém querer procurar seus podres.

“No passado já disse várias bostas. Eu nem gostava de gay e dizia que quem era gay não entrava no céu. E no meu casamento esse ano uma das madrinhas se chama Rafael, para ver como as coisas mudam. Então, quem quiser procurar tweet s antigos fique à vontade”, escreveu.

O youtuber continuou ao falar sobre o assunto e ainda deu a dica. “E para quem quiser procurar tweets antigos meus é fácil: vai na busca ali em cima [e escreva]: palavra from:whindersson. Fiquem à vontade e se deleitem no monte de lixo que eu falava”, afirmou.

Nunes se “entregou” após a polêmica envolvendo o colega Julio Cocielo, acusado de fazer uma piada racista com um jogador francês. “Mbappé conseguiria fazer um arrastão top na praia hein”.

Saiba Mais:

Fábio Porchat revela que comercial de refrigerante foi “traumatizante”

Jornalista Carlos André Duda morre, aos 56 anos, em Brasília

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›