Evandro Santo revela detalhes chocantes sobre ex-diretor do Pânico

Evandro Santo
Evandro Santo revela bastidores traumáticos do Pânico por culpa de ex-diretor (Imagem: Reprodução / SBT)

Ex-estrelas do Pânico, Evandro Santo e Eros Prado detonaram o diretor do extinto programa de humor, Alan Rapp, em especial com um relato impressionante sobre como ocorreu a demissão do Inconveniente e uma rixa armada pelo executivo dentro da produção.

publicidade

“Por essas razões que eu detesto o Alan. Acho o Alan péssimo. Ele fez um mal não só para o Eros como para mim naquele documentário do meu pai. O cara me colocou na geladeira porque eu não molhava a mão dele”, disparou Santo no podcast Santo Pereta.

“Um cara muito do filho da p**!. Fod** a cabeça do Edu e esse mesmo cara fez isso com o Eros”, disse. “Como é que você pega um cara, com a mulher que acabou de ter um filho e demite? Eu odeio esse cara”, desabafou.

publicidade

Veja Também

Evandro Santo entrega suposto esquema de Alan Rapp

Na entrevista, o humorista contou que as panicats ganhavam dinheiro fazendo Playboy e Alan estipulava que elas tinham que dar 20% para ele. “E elas não ganhavam fixo com a gente”, esclareceu Santo.

Um episódio chocante foi lembrado por Evandro, quando o Pânico exibiu a então panicat Babi raspando o cabelo ao vivo. “A Babi se recusou a fazer isso. O que ele fez? Raspou a cabeça dela”, acusou.

Evandro ainda deu o exemplo da vez que entrou na geladeira do Pânico por quatro meses depois que se recusou a gravar uma reconciliação com a mãe em uma reportagem.

Eros Prado desabafa sobre ex-diretor

Na conversa, Eros contou que recebeu o aviso da sua demissão em um dos piores momentos da sua vida. “Foi pressão dele. Muita coisa assim. Nem falo do elenco. Eu gostava muito da galera. Gosto muito. Todo mundo sofria ali, cara. Eu recebia pouco para televisão”, iniciou.

publicidade

Prado contou que o filho estava na UTI quando a notícia foi dada pelo próprio diretor. “O Gael estava na UTI e ficou mais tempo do que a gente imaginava. A gente não sabia se ia sair vivo, cada dia era uma vitória”, relembrou.

“Voltou as gravações e chegou para mim e falou: ‘Você está sendo mandado embora porque não rendeu nada no ano passado'”, disse Eros, que não negou a surpresa pela notícia em razão do ótimo desempenho do seu quadro.

Eros revelou que na produção do Pânico existia um painel de audiência e havia reclamação quando o quadro de um colega recebia tanto de audiência e entrega para o outro com menos ibope.

publicidade

“Ainda forçava. Como se fosse uma rixa entre a gente”, relatou. “Na verdade é corte de salário”, recordou Prado sobre a fala de Alan. “Como corte de salário? O meu salário é o menor! Depois que eu saquei…”, disse.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.