A Fazenda 2020: Cartolouco, Lucas e Biel analisam JP Gadêlha após peão ser eliminado

A Fazenda
Em A Fazenda 2020, Cartolouco, Lucas e Biel analisam JP Gadêlha após peão ser eliminado (Imagens: Reprodução – PlayPlus / Montagem – RD1)

JP Gadêlha não sobreviveu a segunda roça de A Fazenda 2020 e foi eliminado na disputa contra Luiza Ambiel e Lidi Lisboa. Os homens estranharam a eliminação do peão, fazendo com que Biel, Lucas Cartolouco e Lucas Maciel analisassem essa recente baixa no reality show.

Confira tudo o que rola em A Fazenda 2020 clicando aqui

Não sei, acho ele bonzinho demais pra cá“, pontuou Lucas, num comentário breve. Biel, por sua vez, trouxe um olhar mais realista a essa conversa, que aconteceu na área do ofurô: “Aqui não tem nenhum bobo. Ele começou a lidar com isso tudo agora há pouco“.

Segundo o apresentador, JP teria o chamado para conversar, vindo com o seguinte papo: “Vejo as coisas e enxergo que isso é muito diferente do mundo. Vejo as pessoas se matando para ver quem aparece mais, quem grita mais, quem manda mais e eu não sou essa pessoa“.

Lucas disse que, nessa hora, enalteceu a força interior que o ex-peão tem e também lamentou a distância dos dois no jogo: “Eu falei que ele tem um pró e um contra, de ser muito fora desse mundo… Por causa da profissão, ele sabe lidar com desafios melhor do que qualquer pessoa aqui. Como bombeiro, ele já passou por várias situações, então é saber equilibrar isso. Uma pena a gente ter pego caminhos opostos no jogo, mas a gente se respeita“. Biel, supondo que JP Gadêlha teria se desestruturado durante sua trajetória, disparou: “Tinha que saber lidar melhor com a pressão psicológica, melhor de que como ele lidou. Mas também não tem como cobrar que o cara seja como o Mister M do jogo“.

Cartolouco concordava com basicamente tudo que ouvia, e comentou que JP era o exemplo que, por mais que existam os subgrupos, há uma união geral: “Todo mundo se conecta em alguma parte“. O cantor passou sua mensagem aos homens, seus aliados: “A gente tem que colocar a cabeça na votação, não dividir grupinho no dia a dia“.

Lucas fez uma retrospectiva de suas escolhas de voto: “Na primeira semana minha justificativa foi estratégia, porque não tinha questões de afinidade. Na segunda semana foi com afinidade, porque não via outra coisa a fazer. A partir de agora vou me defender. Veio em mim, eu vou devolver“. Cartolouco mostrou seu espanto com a alta rotatividade dos relacionamentos entre os peões: “Qualquer passo, muda o jogo inteiro“.

Confira:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com