Felipe Neto fica chocado com entrevista de Regina Duarte e desabafa

Felipe Neto
Felipe Neto desabafou sobre entrevista de Regina Duarte à CNN Brasil (Imagem: Reprodução – Youtube – CNN Brasil / Montagem – RD1)

Felipe Neto foi mais um famoso que decidiu usar suas redes sociais para desabar sobre a entrevista de Regina Duarte à CNN Brasil, nesta quinta-feira (7). O youtuber se mostrou indignado com o momento em que a atriz relativizou as mortes e torturas do período da Ditadura Militar (1964-1985).

“Foi assim que Regina Duarte respondeu a respeito do período da Ditadura, sobre torturas e mortes. Cuidado ao assistir. A vontade de vomitar vai ser grande”, disparou o famoso sobre a Secretária especial de Cultura do governo Bolsonaro.

Nos comentários, muitos seguidores concordaram com ele. “Não a conheço o suficiente, mas me parece que ela está meio ‘fora de si’ nesta entrevista. Foi uma coisa muito bizarra do começo ao final. E que final“, observou um usuário do Twitter.

“Como assim? Ser humano imundo! Parasita do estado”, afirmou outro internauta. “Quando achei que já estávamos no fundo do poço, descubro que era apenas um fundo falso, e que esse poço é mais fundo do que se achava”, comentou um terceiro.

Felipe Neto se referiu ao momento em que Regina Duarte minimizou a censura, torturas e mortes do período, além de cantar uma música da época. “Na humanidade, não para de morrer [gente]. Por que as pessoas ainda ficam ó [chocadas]? Não quero arrastar um cemitério de mortos nas costas”, declarou ela.

“Se você fala em vida, tem morte. Stalin, quantas mortes? Hitler, quantas mortes? Sou leve, viva, estamos vivos, vamos ficar vivos”, acrescentou a famosa, que começou a cantar Pra Frente Brasil, canção associada ao período da ditadura. “Não era gostoso cantar isso?”, questionou a artista.

CONTINUE LENDO →

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com

ALERTAS GRATUITOS