Filha do assassino de Rafael Miguel vira influencer e abre o jogo com Sonia Abrão

Rafael Miguel
Rafael Miguel foi morto pelo pai da namorada Isabela Tibcherani (Imagem: Reprodução / Instagram)

Filha do homem que matou o ator Rafael Miguel, conhecido pelo personagem que fez na novela Chiquititas (2013), Isabela Tibcherani tem investido em suas redes sociais e foi entrevistada por Sonia Abrão.

No A Tarde é Sua, ela revelou que sofreu ataques por parte do público após o ocorrido, já que seu pai, Paulo Cupertino Matias, segue foragido da polícia desde o dia do crime, que se deu por conta do namoro.

Ele não aceitava a relação de Isabela com Rafael Miguel; no programa, a moça afirmou: “Sofri um linchamento virtual. As pessoas me acusaram, disseram que eu tinha consciência“.

Hoje, um ano depois, vejo que a parcela de pessoas que me apoia é muito maior que a parcela que me ataca. Passei a cuidar da minha mente, fazer terapia. Se eu dissesse que não sinto dor, nem sofro, estaria mentido“, declarou.

Hoje em dia ainda é difícil até ver fotos dele, ouvir áudios, não consigo. Me dá gatilhos, me traz muitas lembranças. Procuro lidar de maneira mais tranquila com isso. Minha vida mudou 100%“, explicou.

Hoje, sou mais madura. Antes, era mais vulnerável e não fico calada quando as pessoas dizem ‘você sabia’. Espero que as investigações e o trabalho da polícia continue. Nunca tive medo dele. Vivo a minha vida normalmente“, finalizou.

Confira:

View this post on Instagram

Hoje quero falar com vocês sobre autoestima. Recebo muitas mensagens de pessoas pedindo conselhos sobre como se amar mais, como se aceitar como é, e em como isso afeta, causando ansiedade e outros problemas psicológicos. Por muito tempo, eu não soube responder, exclusivamente, porque também passo por esses problemas e não sei como resolvê-los. Porém, me surgiu um pensamento que me surpreendeu; De repente, me peguei pensando nas minhas características marcantes. A forma como me visto, como me maquio, como eu falo, e até nas minhas características físicas que me desagradam. Logo, pensando nisso, pensei na minha importância na vida das pessoas à minha volta. Pensei em como ser quem eu sou, ser diferente, me faz ser única. Vocês podem até pensar consigo mesmos "Ah, mas, sendo assim, todos somos únicos, o que não faz com que nos sintamos menos mal." Bom, sim, porém, peguem esse pensamento e revertam para o fato de que, ser quem vocês são, únicos e com todas as carácteristicas que, até então, vocês não gostam, são as que vão fazer vocês serem lembrados, um dia, quando não estiveram mais aqui, pelas pessoas que os amam. Ser quem se é, como todos os detalhes, imperfeições e peculiaridades, é necessário! Primeiramente, para ser lembrado da maneira mais genuína, de modo que ninguém jamais será. Segundo, porque mundo já é caótico demais, pra se preocupar com uma das únicas coisas que deveria ser motivo pra ser feliz: poder ser diferente, em meio a tantos. Ter algo que é seu e de mais ninguém, que é sua identidade. Se amar e se aceitar é obrigatório, não opcional. Se ame! ✨ ?: @photog.raul #selflove #selfsteem #amorproprio #loveyourself #unique

A post shared by Isabela Tibcherani (@isabelatibcherani) on

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.