Filha do intérprete do Seu Madruga faz acusações contra Florinda Meza

Florinda Meza
Filha do intérprete do Seu Madruga acusa Florinda Meza (Imagem: Reprodução / Televisa)

Carmen Valdés, filha de Ramón Valdés, que deu vida ao inesquecível Seu Madruga no seriado Chaves, revelou que o pai foi vítima de mentiras de Florinda Meza, que interpretava a Dona Florinda. A atriz, cabe lembrar, é viúva de Roberto Gómez Bolaños (Chaves).

Segundo a filha do veterano, tudo aconteceu durante as gravações do seriado que fez sucesso entre anos 1970 e 1990 no México. Inclusive, ela ainda disse que a atriz teria sido o motivo de sua saída do programa de TV.

“Foi uma situação muito lamentável. Eles eram uma família, mas quando a relação do Chespirito e Florinda Meza começou a ficar estável, ela começou a tomar o controle de algumas coisas, como da direção. Dizer se algo está bom ou não, cortar cena, dizer: ‘assim, Ramón’ ou ‘faça isso’. Por vários anos, Roberto deu liberdade ao meu pai, mesmo sendo muito rígido e ciumento em relação ao que escrevia”, revelou ao Infobae.

“Mesmo assim, lhe dava toda a liberdade para improvisar. Quando a Florinda começou a tomar o controle disso, não deixou mais ele fazer isso. Começou uma pressão e meu pai não se sentiu mais à vontade. Não gostava de problemas e preferiu se retirar a ter um conflito forte com Roberto e Florinda“, acrescentou.

Carmen ainda destacou que as notícias de que o pai teria problema com drogas e álcool teriam sido inventadas por Florinda Meza: “Todos sabemos que foi Florinda Meza quem disse que o meu pai tinha esses problemas. Mas você acha que uma pessoa que é viciada ou que tem fraqueza por algum vício, seja droga ou álcool, poderia carregar aquele ritmo de trabalho que tinha quando deixou tantos programas gravados e saiu? As viagens muito longas pela América Central, América do Sul e Caribe? Você acha que Roberto Gómez Bolaños ia permitir isso com todos os compromissos que eles tinham?”.

Segundo a filha do ator, o pai gostava de beber como qualquer outra pessoa e que não era alcoólatra. “Quando comíamos em casa ou quando saíamos com alguém, ele gostava de tomar o seu copo como todo mundo, não tem jeito. Ele gostava do cigarro, a gente viu [ele fumando] nos programas, e nas reuniões ele bebia, por que não? Como alguém se atreve a falar de alguém que já morreu?“, questionou.

“Em certo momento, até queríamos agir legalmente contra essa acusação. Recebemos ligações de advogados, mas sabe o que nos fez recuar? Vimos em todas as redes sociais e nas notas como os fãs a respondiam e não tínhamos que fazer nada. Estávamos preocupados que o pensamento das pessoas [sobre ele] mudassem, mas isso não aconteceu”, afirmou ela.

Ainda na entrevista, ela também lembrou da relação de amizade entre o pai e Angelines Fernández, que interpretava a Bruxa do 71: “Tudo o que eu escutava era ela dizendo ‘meu pequeno, meu pequeno'”, bem baixinho. Se via por seu rosto que ela estava profundamente triste”.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com