Edir Macedo
Filho de Edir Macedo é condenado a pagar indenização para massagista (Imagem: Divulgação / Record)

Moysés Macedo foi condenado a pagar R$ 40 mil reais a uma massagista que prestava serviços à Record por danos morais. A informação é do UOL, que também revelou que a decisão foi tomada pelo juiz Marcelo Augusto de Oliveira, da 41ª Vara Cível do Foro Central Cível de São Paulo.

A publicação afirma que, no mês passado, o filho de Edir Macedo teria feito publicações no Twitter com ofensas à prestadora de serviços: “Massagem com uma p*** baiana e agora tô com nojo“, “Gorda. Falei pra ela sair de mim e disse: boa sorte na sua carreira”, “Não recomendo que ninguém faça massagem na Record e, se for fazer, cuidado com [nome da funcionária]” e “Ela tem aids”, teriam sido os comentários feito pelo cantor gospel.

De acordo com informações do portal Jota, a funcionária afirmou que se sentiu humilhada ao atender o herdeiro do dono da Record e que, quando soube de suas declarações, ficou profundamente abalada.

Além disso, depois do caso, ela contou ter sido demitida da empresa terceirizada na qual prestava serviços à emissora.

“O autor, aproveitando-se da sua posição de superioridade hierárquica, difundida na condição de filho do proprietário da emissora de televisão, julgou-se no direito de fazer pouco da honradez da autora, diminuindo-a e menosprezando-a, em privado e em público, de forma ignóbil e abjeta, com a única finalidade de humilhá-la. É o bilinguis maledictus de que fala a Bíblia”, destacou o juiz.

Os advogados de defesa disseram que a conta não pertencia a Moysés, porém a autoridade acredita na veracidade da acusação, pois na rede social o religioso não se expressava negativamente, além da viralização das postagens.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos