Flamengo oferece jogo à Record e emissora diz não; canais avaliam custos

Flamengo
Record diz não para o Flamengo (Imagem: Divulgação / Record)

Com a publicação da medida provisória 984, que permitiu que o clube mandante de uma partida seja o dono dos direitos de transmissão no Brasil, o Flamengo foi à luta e perdeu a primeira batalha. Em busca de um negócio com a Record para a transmissão do jogo da próxima quarta-feira (24), contra o Boavista, o canal paulista disse não.

De acordo com as informações do UOL Esporte, a emissora não levou a conversa adiante, primeiro por causa das possíveis implicações jurídicas, e segundo, pela aposta em eventos esportivos, pelo menos no atual momento, de pandemia e crise financeira.

Mesmo com as negociações com a Record, o Flamengo buscou a Globo até a última quinta-feira (18), quando o rubro-negro entrou em campo pela primeira vez após o início da pandemia e derrotou o Bangu por 3 a 0, no Maracanã.

Na MP editada e publicada em edição extra do Diário Oficial da União, o artigo 42 diz que “pertence à entidade desportiva mandante o direito de arena sob o espetáculo desportivo, consistente na prerrogativa exclusiva de negociar, autorizar ou proibir a captação, fixação, a emissão ou transmissão, a retransmissão ou a reprodução dos direitos de imagem, por meio ou processo, do espetáculo desportivo”.

Ainda de acordo com a reportagem, os canais avaliaram os custos e entenderam que a questão envolve tempo e dinheiro, desde a busca por narrador, comentarista, repórter, a viabilidade técnica, o aluguel de unidade de transmissão externa móvel em alta definição. O último não sai por menos de R$ 200 mil a partida.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›