Flordelis divulga vídeo em pregação polêmica com tornozeleira eletrônica

Flordelis
Igreja de Flordelis despenca (Imagem: Reprodução – Redes Sociais / Montagem – RD1)

As igrejas da deputada federal Flordelis, pastora que foi acusada de ter sido a mandante da morte do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, deixou os internautas chocados ao divulgar a live de um dos cultos de sua igreja.

Para a surpresa de todos, ela segue comandando as reuniões em São Gonçalo, região metropolitana do Rio, e a tornozeleira eletrônica que foi obrigada a usar pela Justiça acabou aparecendo em um dos trechos do vídeo.

Em determinado momento, ela chegou a pedir que o equipamento fosse filmado e disparou: “Isso não comprova nada. Ela não matou José, isso é história inventada…”. No vídeo, a igreja aparece quase vazia, mas com alguns fiéis.

Nos comentários, ela foi detonada por conta da atitude, mas ainda teve quem a defendesse. “Deus vai lhe dar vitória guerreira creia o nosso Deus não falha, ele mesmo disse no mundo tereis aflição, mas eu estou convosco”, disparou uma fiel.

“Deus mostra o que esta encoberto. Mostrou todas as provas contra ela. Por que você duvida disso? E pra ser sincera, se ela fosse tão boa assim, tão de Deus, mesmo não sendo culpada, se declararia culpada para salvar os filhos!!”, discordou outra.

Vale lembrar que, desde o ocorrido, suas igrejas estão sofrendo com a queda de frequentadores. De acordo com o jornal Extra, antes do assassinato, a famosa contava com cinco igrejas e outras cinco filiais, além de uma nova construção que estava sendo comandada pelo próprio Anderson.

Porém, o crime acabou espantando muitas pessoas e está em funcionamento apenas a igreja do Mutondo e uma das filiais, em Piratininga. Dois dos próprios filhos adotivos dela, Misael e Luan, são pastores e fizeram questão de deixar o Ministério.

Após a polêmica, com a intenção de reduzir a debandada, o nome de Flordelis foi retirado da igreja, que passa a se chamar, a partir de agora, Comunidade Evangélica Cidade do Fogo, mas isso fez com que a crise aumentasse ainda mais.

Desde que virou ré, Flordelis deixou de frequentar os cultos e, segundo o Extra, na última quinta-feira, apenas 30 pessoas estiveram presentes no local, que chegava a reunir cerca de mil pessoas simultaneamente.

O pastor Carlos Ubiraci, um dos filhos que assumiu a presidência do Ministério Flordelis após o crime, também foi preso no último dia 24 acusado de envolvimento no crime. A igreja era um dos empreendimentos mais rentáveis da família.

Em depoimento à polícia, Flordelis revelou que a igreja movimentou mais de R$ 5 milhões entre 2017 e 2019 e a Justiça chegou a penhorar 700 cadeiras do templo religioso, por falta de pagamento, mas a igreja ainda está recorrendo.

A instituição também contava com aluguéis atrasados e o valor foi penhorado de uma das contas da igreja. Questões financeiras como essa chegavam a ser motivo de discordância entre Flordelis e Anderson, que alegava falta de dinheiro da família.

Em resposta à reportagem, Flordelis garantiu que “a igreja está de pé” e disparou: “Não estou indo apenas por falta de condições emocionais. Mas não abro mão. Vou estar presente nos meus cultos em breve”.

Vale lembrar que na semana retrasada, um dia após a prisão dos filhos, Flordelis gravou um áudio convocando fieis da igreja para o culto e dizendo: “Tudo vai passar. Já já vai ser esclarecido. Nós vamos vencer essa batalha na oração”.

Confira:

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com