Fora do ar, Caio Coppolla sairá da CNN Brasil no final do mês

Caio Coppolla
Caio Coppolla vai deixar a CNN Brasil neste mês (Imagem: Reprodução / CNN Brasil)

Caio Coppolla está fora do ar há cinco meses e já tem data para deixar a CNN Brasil. O bacharel em Direito não terá o seu contrato renovado, após chegar ao fim neste mês de outubro.

A informação foi divulgada pelo colunista Mauricio Stycer, do UOL, que revelou que a decisão foi tomada em comum acordo pelas partes. O comentarista fazia parte do quadro O Grande Debate, que chegou ao fim há alguns meses.

A situação de Caio Coppolla tem muitas semelhanças com a que Alexandre Garcia sofreu recentemente. Ambos defensores do Governo Bolsonaro, os dois tiveram comentários que sofreram contrapontos de apresentadores da CNN Brasil.

O bacharel em Direito, cabe lembrar, fez grande sucesso entre os bolsonaristas enquanto atuava no programa Morning Show, da rádio Jovem Pan. Ele, então, foi contratado para a CNN e provocou intensas brigas com oponentes com visões de esquerda, como Gabriela Prioli, Augusto de Arruda Botelho, Marcelo Feller, Bruno Salles e Priscila Pamela dos Santos.

Já Alexandre Garcia foi demitido do canal de notícias no mês passado após disseminar informações improcedentes para “tratamento precoce” da Covid-19. Na época, por meio de comunicado oficial, a empresa deixou claro que a dispensa se deu não por suas opiniões, mas pela disseminação de notícias falsas sobre o coronavírus em suas participações no CNN Novo Dia.

A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada”, salientou o canal. “A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo”, concluiu, anunciando a manutenção do quadro, com novo âncora.

A gota d’água para a saída de Garcia foi a afirmação sobre “remédios sem eficácia comprovada” que “salvaram milhares de vidas” em meio à repercussão sobre as denúncias contra a operadora de saúde Prevent Senior. A empresa é alvo de investigações por, ao que tudo indica, pressionar médicos a tratar pacientes com substâncias do “kit Covid”, como a hidroxicloroquina – apontada por Bolsonaro como “cura” para o coronavírus.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›