Gilberto Gil lamenta pandemia de Covid-19 e reclama de dificuldade física

Gilberto Gil
Gilberto Gil lamenta pandemia de Covid-19 e reclama de dificuldade física (Imagem: Reprodução / YouTube)

Gilberto Gil tem 78 anos de idade e portanto tem muita história para contar e muita experiência de vida para aconselhar outras pessoas. Em entrevista à Astrid Fontenelle, o veterano falou sobre tudo que percebeu durante a pandemia de Covid-19 e reclamou de algumas dificuldades pessoais.

O cantor relatou tudo que tem o afligido nessa fase tensa da saúde pública: “O isolamento me trouxe algumas coisas, fico nervoso quando vou para rua, o trânsito, o tráfego, o barulho de moto… De vez em quando vou dar uma caminhada, moro aqui em Copacabana. É uma loucura para atravessar a rua. Fico em pânico com os ônibus e carros passando“.

Gil confessou que ficou muito afetado pelas notícias constantes de mortes pelo novo coronavírus, especialmente aos de sua faixa etária: “Fiquei muito impactado por essa coisa dos velhos, dessa escolha etária que o vírus fez. Me comoveu muito a primeira cena dos velhinhos morrendo na Itália, na Inglaterra, Espanha e depois aqui no Brasil. Eu chorei muito, fiquei muito emotivo“.

Uma decisão que o artista baiano tomou foi diminuir o ritmo de trabalho e logo explicou o porquê: “Trabalhar muito eu não quero, mas isso já se insuava muito antes da pandemia. Agora tenho uma percepção mais nítida do envelhecimento, uma percepção física mais clara, mais sensorial“.

Sendo mais objetivo, Gilberto Gil deu exemplos de situações que tem observado, que o levaram a tal conclusão: “A questão do fôlego, da respiração, do caminhar… A ginástica que é algo que eu tento manter, mas hoje vem com muita dificuldade. Não é uma dificuldade psíquica, é uma dificuldade física. Já vinha mudando e tenho a impressão que a pandemia foi o pontapé, chutou a bola para mais longe“.

Confira:

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›