Globo decide vender a sede de São Paulo e passa a pagar aluguel

Globo
Globo vai passar a pagar aluguel pelo espaço após venda (Imagem: Reprodução / Globo)

A Globo tomou uma decisão revolucionária e inesperada. A emissora vendeu toda a sede em que fica instalada em São Paulo para a Vinci Real Estate. Segundo informações do Janela Publicitária, a empresa optou pelo modelo de contrato em que pode permanecer no espaço por mais 15 anos, podendo renovar por igual período futuramente.

O valor foi de R$ 522 milhões, o que equivale a R$ 13.369/m². No aluguel, a Globo vai pagar, inicialmente, R$ 84,67/m² corrigidos anualmente pelo IPCA.

Vale lembrar que a sede da empresa na capital paulista ficou tão famosa que a rua foi rebatizada de Jornalista Roberto Marinho. Nas transmissões, feitas através do Estúdio Glass, é possível ver a famosa Ponte Estaiada.

O espaço conta com aproximadamente 39 mil m² de área bruta, 56 mil m² de área construída, em um terreno com mais de 43 mil m².

Outra mudança relacionada à imóveis feita pela Globo foi em novembro, quando o Conselho de Administração de Defesa Econômica (Cade) aprovou a venda de 17 torres da emissora, através do Brasil.

Na ocasião, a emissora passou as torres para o grupo IHS Brasil, subsidiária da IHS nigeriana. A empresa declarou ao Cade que era “uma oportunidade de desinvestimento de ativos, proporcionando a redução de custos com uma atividade secundária ao negócio principal”.

Já ao Notícias da TV, a emissora explicou que “está em pleno processo de revisão do seu modelo operacional, implementando medidas que visam apoiar a transformação da empresa em sua estratégia D2C. Neste sentido, a empresa vem buscando ampliar a sua eficiência através da captação de novas fontes de receita, da racionalização na gestão de custos e da ampliação da sinergia entre suas operações, gerando valor em tudo o que faz”.

Bastidores tensos na Globo

Outra novidade da emissora é que departamento de Esportes da Globo manifestou nos bastidores uma preocupação bastante compreensível a respeito de um possível corte no setor. O canal da família Marinho passou por uma verdadeira devassa nos últimos meses por causa da reestruturação da empresa.

O medo dominou as conversas dos funcionários da área, principalmente entre narradores e comentaristas, segundo o Notícias da TV. A Globo não assumiu um novo acordo pelo Paulistão ou pelo Carioca, os principais torneios estaduais do país.

Vários membros da equipe entraram em desespero, principalmente aqueles que são chamados para jogos menos relevantes da Série A do Campeonato Brasileiro e mais requisitados para as partidas da Série B da liga nacional de futebol.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›