Edmara Barbosa assina adaptação de “O Arroz de Palma”, em parceria com o filho Bruno Luperi (Imagem: Divulgação / Globo)

Projeto acalentado por Edmara Barbosa há anos, “O Arroz de Palma”, enfim, sairá do papel. A adaptação da obra de Francisco Azevedo – escrita em parceria com seu filho, Bruno Luperi; supervisionada por seu pai, Benedito Ruy Barbosa – ocupará a faixa das 18h no segundo semestre de 2020, segundo informações da jornalista Patrícia Kogut.

Cabe lembrar que a novela esteve cotada, inicialmente, para a vaga de “Tempo de Amar” (2017), ocupada pela atual “Orgulho e Paixão”. Depois, assumiria o posto desta, preenchido por “Espelho da Vida”, de Elizabeth Jhin, em setembro. Foi também prevista para a sequência de “Filhos da Terra”, de Duca Rachid e Thelma Guedes – esta com estreia agendada para março do ano que vem.

Agora, “O Arroz de Palma” deverá substituir a regravação de “Éramos Seis” (1977 / 1994), a cargo de Ângela Chaves, provável sucessora de “Nos Tempos do Imperador”, de Alessandro Marson e Thereza Falcão, no ar no segundo semestre de 2019. A expectativa é que, com o adiamento, o folhetim de Edmara e Bruno esteja todo escrito antes da estreia, facilitando o trabalho da produção.

Caberá ao diretor artístico Carlos Araújo coordenar o time. A narrativa de “O Arroz de Palma” se desenrola em 100 anos, acompanhando diferentes gerações da família de José Custódio e Maria Romana. O clã se reúne, no presente, por intermédio de Antônio, que recebe irmãos e descendentes para um almoço em homenagem ao centenário de casamento dos pais.

Saiba Mais:

Ana Lúcia Torre grava primeiras cenas de “Espelho da Vida”, próxima das 18h

“Órfãos da Terra” contará com depoimentos reais de refugiados

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA