Globo flexibiliza regra antiga e permite aparição de concorrentes em seus programas

Globo
Gkay é um exemplo vivo da regra mais flexível da Globo (Imagem: Divulgação / Globo)

Como observado há muitos anos, a Globo sempre foi muito rigorosa em relação a aparição de concorrentes em suas produções. Depois de encerrar contratos fixos com nomes grandes, a emissora flexibilizou uma regra que dificultava muita coisa.

De acordo com o Notícias da TV, famosos contratados por outras plataformas de streaming podem dar às caras na tela da emissora da família Marinho. Programas como Altas Horas, Caldeirão com Mion e Domingão com Huck, por exemplo, são atingidos por essa nova ordem.

No entanto, a novidade tem alguns poréns! Atrações com convidados fixos não tem essa mesma facilidade e em cada formato só pode ter um concorrente. Isso foi visto na atual edição da Dança dos Famosos, com Gkay, que tem trabalhado em filmes e séries na Netflix.

Veja Também

Outro adendo é que esse grupo seleto não pode falar dos trabalhos que fazem nas outras plataformas, apenas outros que já fizeram na Globo ou trabalhos independentes.

Tudo isso aconteceu depois de vários artistas passarem a ter contratos com obra, visando uma contenção de custas. Sem o vínculo fixo, ninguém é obrigado a aparecer nos programas e a nova flexibilização aumenta o leque de nomes, que poderia ficar escasso e limitado.

No entanto, vale lembrar que as interações com famosos de outras emissoras — como SBT e Band — precisam obrigatoriamente da liberação da empresa que o convidado estiver vinculado.

Globo aposta em diversidade e escalação fora dos padrões para as novelas

A Globo atendeu uma demanda do público e de uma parcela importante dos seus colaboradores e colocou em pauta a diversidade nas escalações, especialmente das novelas. Pantanal é um exemplo atual, e Mar do Sertão, a próxima das 18h, segue o mesmo caminho nos bastidores.

Existe de fato uma preocupação entre quem escala na emissora carioca, segundo informações da jornalista Patricia Kogut, do jornal O Globo. Atores negros, trans, de todas as idades e que não estão dentro dos padrões de beleza estão na mira das novas produções.

Com Mar do Sertão, a Globo quer apostar na diversidade e lançar atores fora do eixo Rio-São Paulo, que por anos tem sido o principal foco dos produtores responsáveis pela escalação das novelas, séries e minisséries.

Contudo, conforme uma tradição, os papéis principais devem permanecer com as mocinhas, mocinhos, vilãs e vilões conhecidos pelo grande público.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›