Globo improvisa após incêndio catastrófico e Todas as Flores vira alvo de boato

Todas as Flores
Todas as Flores segue no Globoplay após incêndio em cidade cenográfica nos estúdios da Globo (Imagem: Reprodução / Globoplay)

A Globo perdeu o cenário da Rhodes, loja e principal ponto de encontro dos atores de Todas as Flores, depois do incêndio devastador na última sexta-feira (18), mas a produção não foi abalada drasticamente por conta do conteúdo já gravado.

A alta cúpula do canal bateu o martelo e não vai reconstruir a cidade cenográfica da novela do Globoplay, segundo o Notícias da TV, e a recriação do cenário nos capítulos daqui até o final será feita por meio de gravações antigas. Foi o improviso encontrado pela emissora para a reta final do trabalho.

No local que pegou fogo, a Globo construiu a fachada da loja e o primeiro pavimento da empresa, mas a direção criou o cenário dentro do estúdio.

O local foi formado com um longe e espaço para eventos com jardim interno, salões com expositores e produtos à venda, além de espaços para vários departamentos, como uma loja real.

O mesmo espaço abrigou por meses o hotel Carioca Palace, da novela Pega Pega (2018). Com 2.220 metros quadros, o local foi pensado para a loja de Todas as Flores e os responsáveis pela criação do comércio fictício foram elogiadíssimos.

Todas as Flores é alvo de boato

Ao mesmo tempo que o assunto do incêndio foi praticamente resolvido, a Globo foi alvo de um novo boato envolvendo a trama de João Emanuel Carneiro: a sua duração. Por conta do sucesso, o rumor sobre uma alteração no número de capítulos foi especulado.

Contudo, o canal líder de audiência não se manifestou sobre a questão. Desde o início do projeto, a direção optou por duas temporadas, a primeira com 45 capítulos, seguido por outra com mais 40.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].