Manuela Dias
Manuela Dias vai estrear como autora de novelas com “Amor de Mãe” (Imagem: Divulgação / Globo)

A se confirmar a estreia de “Amor de Mãe” para a segunda quinzena de novembro, a Globo estará cometendo um grave erro.

O folhetim que marcará a estreia de Manuela Dias como autora de novelas da casa terá uma missão tão inglória quanto a de “O Sétimo Guardião”: férias, festas de fim de ano, calor escaldante e carnaval (livrou-se, há pouco, do horário de verão, cancelado pelo presidente Jair Bolsonaro).

A trama de Aguinaldo Silva, cujos bastidores são mais frenéticos do que a narrativa em si, foi lançada em 12 de novembro de 2018, época em que dez entre dez autores fazem de tudo para evitá-la, que o diga Glória Perez. Não que a coluna esteja atribuindo as derrapadas de “O Sétimo Guardião” a esse fator unicamente, mas que ele colaborou para o resultado que vemos, isso é fato.

Não custaria nada esticar “A Dona do Pedaço” até janeiro de 2020, estendendo-a por sete meses e meio. Walcyr Carrasco é craque em fazer novas costuras em suas novelas. Pelo excelente trabalho em “Ligações Perigosas” (2016) e “Justiça” (2016), Manuela não merece ser jogada aos leões, ainda mais em seu debute.

Que elenco!

O elenco de “Amor de Mãe” conta, por ora, com Adriana Esteves, Regina Casé, Taís Araújo, Murilo Benício, Débora Falabella, Isis Valverde, Chay Suede, Bruna Marquezine, Leandra Leal, Renata Sorrah, Malu Galli, Fernanda Rodrigues, Thiago Fragoso, Flávia Alessandra, Erika Januza, Juliana Paiva, Gabriel Leone, Jéssica Ellen e Débora Lamm.

Baixas importantes

Cauã Reymond, escalado para “Em Seu Lugar” (título provisório), de Lícia Manzo, e Débora Bloch, que protagonizará a série “Segunda Chamada”, desfalcaram o elenco de “Amor de Mãe”. Os testes e escalações, porém, ainda não cessaram. Há cerca de 15 importantes papéis em aberto.

Aquela grife

A direção de “Amor de Mãe” caberá ao elogiadíssimo José Luiz Villamarim, com quem Manuela Dias trabalhou em “Justiça”. Segurem o queixo: no currículo do Zé estão as cultuadas “Onde Nascem os Fortes” (2018), “Amores Roubados” (2014), “O Canto da Sereia” (2013), “Avenida Brasil” (2012) e “Força-Tarefa” (2011).

Só isso, Silvio de Abreu?

Falando em Walcyr Carrasco, até aqui causou surpresa a pré-duração de “A Dona do Pedaço”. Se Silvio de Abreu, que toca o setor de Dramaturgia da Globo, colocar em prática o que se noticia, o incansável autor ficará no ar “só” cinco meses e meio. Walcyr, como se sabe, costuma escrever folhetins que duram entre 7 e até 9 meses.

Vivam eles

Diego Haidar
Diego Haidar é um dos melhores repórteres da Globo Rio (Imagem: Reprodução / Globo)

A coluna faz total reverência a dois repórteres da Globo Rio que brilharam na cobertura do temporal que vitimou pelo menos 10 moradores da cidade do Rio de Janeiro. Pedro Figueiredo e Diego Haidar, jovens talentos da nova geração, fazem por merecer o destaque que conquistaram nos últimos tempos no jornalismo global. Segura, precisa e determinada, essa dupla engrandece a profissão.

Que pecado!

De supetão, a RedeTV! anunciou a estreia de Olga Bongiovanni para a próxima segunda-feira (15), às 10h, bem ao estilo SBT. A gentil apresentadora vai bater de frente, uma semana depois, dia 22, com Silvia Poppovic, que estreará o “Aqui na Band”. Com a entrada de Olga, o padre Alessandro Campos perde espaço no canal, que ainda não definiu o que fará com o religioso.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!