Bom Sucesso
Grazi Massafera, protagonista de “Bom Sucesso”; nova novela das 19h estreia dia 29 (Imagem: Estevam Avellar / Globo)

O lançamento de “Bom Sucesso”, próxima novela das 19h, levou elenco, equipe e imprensa ao Rio Scenarium, um dos principais redutos do samba na Lapa, Rio de Janeiro, na última segunda-feira (15). A Globo promoveu um festão, com muita comida e muita música – a cargo do grupo Fundo de Quintal – para anunciar o enredo centrado na valorização da vida, com estreia marcada para o próximo dia 29.

O evento contou com participação dos autores Paulo Halm e Rosane Svartman. “É sobre prestar atenção, mesmo diante de um cotidiano massacrante, nas coisas importantes que você pode passar batido como um abraço em quem se ama, elogiar alguém, a troca e perceber o outro. Quando você começa a perceber essas pequenas coisas vive melhor, começa a abrir janelas“, disse Rosane sobre a trama.

‘Bom Sucesso’ quer lembrar que a vida é pra ser vivida a cada minuto, que cada momento é precioso. É uma novela alto astral. A gente vai falar sobre morte, mas como um hino à vida, com uma mensagem para você viver sem medo, temores ou receios, com coragem“, complementou Paulo.

O diretor artístico Luiz Henrique Rios, parceiro dos autores em “Totalmente Demais” (2015), ressaltou: “Sem identificação não há torcida, não tem comunicação. O caminho para conquistar isso passa pela sinceridade e simplicidade. Não acredito em personagens que não busquem isso, ainda mais numa história como essa, basicamente sobre o cotidiano das pessoas no mundo. Você só torce pela salvação de alguém que vai morrer, se tem alguma empatia por ele, então, a construção da empatia é fundamental“.

“Bom Sucesso” acompanha a trajetória de Paloma (Grazi Massafera), mulher batalhadora que acredita ter apenas seis meses de vida, após uma troca de exames. Com o mal-entendido desfeito, ela resolve ajudar Alberto (Antonio Fagundes), o verdadeiro moribundo da trama.

Ela me remete a uma mulher que eu também sou. Eu volto para esse lugar de pé no chão, de povo, de público, do popular, da vivência do cheiro da máquina de costura, daquele barulho que fica na minha cabeça desde a infância“, revelou Grazi, filha de costureira. “Minha mãe Cleusa fazia minhas roupas no corpo“, contou a atriz, que formará par com David Júnior (Ramón) e Romulo Estrela (Marcos).

Já Fagundes salientou a importância de valorizar a leitura, um dos destaques da narrativa. “Acho que é importante falar sobre vários assuntos, principalmente esse, ainda mais num universo em que uma grande parte da nossa população é analfabeta. E a televisão vem preencher, de certa forma, o vácuo da leitura no Brasil. E as nossas estatísticas são terríveis“.

Confira:

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos