O repórter Ricardo Von Dorff no Campo dos Padres no “Globo Repórter” desta sexta (24) (Imagem: Divulgação/Globo)

O “Globo Repórter” desta sexta-feira, 24/08, percorreu diferentes regiões da serra catarinense para descobrir histórias que muitos brasileiros, e até mesmo moradores da região, desconhecem.

Na cidade de Bom Retiro, o repórter Ricardo Von Dorff conhece o mel que não vem das flores, mas da bracatinga, árvore nativa da serra. Em São Joaquim, uma fruta chamada goiaba serrana, com propriedade antidepressiva, antioxidante e anti-inflamatória. Em Rio Rufino, as ervas medicinais usadas para cuidar da saúde dos moradores e dos animais. E na comunidade de Frei Rogério, a florada das cerejeiras que, para a comunidade japonesa local, é símbolo de renovação.

Outra atração da viagem é Coxilha Rica, imensa área rural da cidade de Lages, onde apenas 400 moradores vivem em uma área equivalente à do município do Rio de Janeiro. As gravações aconteceram lentamente, de acordo com a época do ano em que cada situação acontece. A floração da cerejeira, por exemplo, acontece na primavera. O único mel não floral é produzido de janeiro a abril dos anos pares

O “Globo Repórter” é apresentado pro Sérgio Chapelin, e vai ao ar logo após “Segundo Sol”, a partir das 22h30, na Globo.

Saiba Mais:

“Globo Repórter” mostra as belezas e tradições do Sri Lanka nesta sexta (17)

“Globo Repórter” mostra Esteiros do Iberá, o ‘pantanal argentino’, nesta sexta (20)

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos