Gretchen se explica ao ser questionada por causa de casamento com 100 convidados

Gretchen e Esdras de Souza
Gretchen está só amores com o futuro marido (Imagem: Reprodução / Instagram)

Quem acompanha a vida de Gretchen, sabe que a musa não tem nenhum tabu para viver sua vida amorosa. A eterna rainha do rebolado foi pedida em casamento no Dia dos Namorados, em junho, e irá subir ao altar com o músico Esdras de Souza.

O relacionamento dos dois foi anunciado em março de 2020 e já terá direito a cerimônia religiosa no dia 30 de setembro, em Belem (PA), onde o noivo mora. Como estamos em meio à pandemia do novo coronavírus, naturalmente vários internautas questionaram a necessidade de uma festa com 100 pessoas, mesmo sem contato físico entre os convidados.

Em primeiro lugar, estou em um estado que a pandemia já está estabilizada. Em segundo lugar, vai ser feito o evento em um local, que cabe mais de 200 pessoas, para 100 pessoas. Isso também pode. Vai ser ao ar livre, também pode. Todo mundo vai estar de máscara com distanciamento social, também pode. Lógico, que tenho 61 anos e não sou nenhuma maluca, pessoa que não tem senso, que não sabe que eu também sou do grupo de risco“, começou Gretchen, em vídeos na ferramenta de Stories do Instagram

Além de informar sobre as medidas de segurança, a noiva também citou que o casamento foi liberado pelos órgãos devidos: “Totalmente liberado pelo decreto do governo do Pará, que permite festas para até 150 pessoas, com distanciamento social, uso de máscara e álcool em gel. Tudo isso vai ter no meu casamento. Então, para as pessoas que estão mandando mensagem dizendo que estão decepcionadas… A gente também tem que viver  mesmo em meio à pandemia, respeitando os limites, as normas da OMS e os decretos do governo“.

Outro ponto abordado por Gretchen foi o trabalho das pessoas que estarão envolvidas nessa cerimônia: “A gente também tem que dar oportunidades para as pessoas que vivem disso. Vocês não estão pensando nas pessoas que são cerimonialistas, de buffet. E também com toda consciência do mundo, estamos abrindo oportunidade de emprego e para essas pessoas se sustentarem com os trabalhos dela. Não estou desrespeitando nenhuma regra. Estou abrindo oportunidade de trabalho para as pessoas do nosso meio, que precisam sobreviver“.

Confira: