A Hora da Venenosa
Geraldo Luís, Fabíola Reipert e Renato Lombardi no quadro A Hora da Venenosa, líder de audiência em novembro (Imagem: Divulgação / Record)

O quadro A Hora da Venenosa enfrentou mudanças neste 2019 – com a saída de Reinaldo Gottino e a entrada de Geraldo Luís –, mas não sofreu abalos na audiência. A Record, aliás, celebra os feitos da atração do Balanço Geral SP em novembro: 16º mês consecutivo na liderança, com vantagem sobre a principal concorrente, Globo.

Em novembro, A Hora da Venenosa acumulou 9,5 pontos no confronto com o Se Joga; este ficou com 8,8 de média – por critérios de arredondamento, 10 x 9. Desta forma, é possível cravar que o programa de Fernanda Gentil, Fabiana Karla e Érico Brás é a mais nova vítima do quadro de Fabíola Reipert, Geraldo e Renato Lombardi.

O tal veneno já liquidou o Vídeo Show, que após sucessivas alterações e nenhuma reação, foi extinto em janeiro deste ano. A Sessão da Tarde foi então destacada para o confronto; a tradicional faixa de filmes da Globo, porém, só conseguiu inverter o placar com determinados títulos.

Agora, A Hora da Venenosa aplaca o Se Joga. Cabe lembrar que a Record modificou o horário, estendendo o quadro até às 15h15 – antes, Fabíola e os colegas se despediam às 15h –, justamente para bater de frente com a atração que, conforme ventilado na imprensa, periga sair de férias em janeiro e não mais voltar.

Além do êxito do quadro, cabe destacar o desempenho do Balanço Geral SP em seu horário fechado. O noticiário ostentou 8,2 pontos em novembro, derrotando o SBT, com 6,8 de média; o canal de Silvio Santos apresenta, no período de embate, Bom Dia & Cia. e Fofocalizando.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA