A Hora da Venenosa conquista liderança de audiência para a Record

A Hora da Venenosa
Reinaldo Gottino e Fabíola Reipert à frente do quadro A Hora da Venenosa; atração leva Balanço Geral, da Record, à liderança de audiência (Imagem: Reprodução / Record)

Após a alta na audiência provocada pela cobertura do caso Lázaro Barbosa, mês passado, o Balanço Geral voltou a conquistar a liderança no ranking das emissoras de TV aberta com frequência. Na última sexta-feira (9), o jornalístico da Record venceu a Globo durante o quadro A Hora da Venenosa. Os dados são referentes a Grande São Paulo.

No ar das 14h39 às 15h20, A Hora da Venenosa acumulou 8,6 pontos, 9,2 de pico e 21,2% de participação no número de televisores ligados (share). Neste período, 7,7 para a Globo e 3,8 do SBT. Reinaldo Gottino e Fabíola Reipert responderam pelo bloco de notícias sobre celebridades, destacando, entre outros assuntos, o novo affair de Eduardo Costa.

Já a porção jornalística do Balanço Geral SP, entre 11h51 e 14h36, alcançou 6,4 pontos, 8,6 de pico e 16,6% de share ante 8,8 da Globo e 4 para o SBT. Antes do noticiário de Gottino, o Balanço Geral Manhã amargou o terceiro lugar tanto no bloco para todo o país (1,4), quanto no exibido apenas em São Paulo (2,8). O Fala Brasil (4,5) e o Hoje em Dia (4,8) amealharam a vice.

A Record também a segunda colocação com a reprise de Prova de Amor (2005). A novela angariou 5 de média contra 3,4 do SBT. O Cidade Alerta atingiu 6,8 pontos, abaixo do Jornal da Record, que bateu 8,1. Gênesis e Topíssima mantiveram a vice, consolidando, respectivamente, 11,2 e 6,5.

O Power Couple Brasil (6), de Adriane Galisteu, ficou atrás do principal concorrente, assim como a série documental O Hospital (3,6).

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›