Humberto Martins expõe perrengue com comprimido azul: “Cabeça quase explodiu”

Luiz Fábio Almeida

06/07/2022

Humberto Martins

Humberto Martins falou do perrengue ao tomar comprimido azul (Imagem: Divulgação / Globo)

Humberto Martins surpreendeu com uma revelação bem pessoal a respeito da utilização de um medicamento para ajudar na ereção. Em entrevista ao Papagaio Falante, de Sérgio Mallandro e Renato Rabello, o famoso contou que passou por um perrengue com o comprimido azul.

“Tomei uma vez e passei mal. Minha cabeça quase explodiu”, disparou o ator, sem papas na língua. Confirmado no elenco da próxima trama das 21h da Globo, Travessia, ele também abriu o jogo sobre o ensaio nu para uma revista.

Humberto Martins contou que “foi uma tentativa de um cara, que montou essa revista”, que, segundo ele, “era uma coisa chique, fina”.

“Claro que eu não ia fazer se fosse uma coisa chula e desproposital. Tanto que eu fui quem montou o roteiro das fotos. Não ia tirar a roupa gratuitamente. Como eu sempre fico pelado no veleiro quando viajo…”, expôs o artista.

Huberto Martins deixou claro que depois da segunda edição recebeu um convite para que fizesse “um fotão, um nu frontal”. “A pedidos (do público). Negociação pra lá, pra cá… Foi no estilo ‘Brasil 500 anos’, e eu fazia ‘Uga Uga’, vestido de índio, usando tanga… aí resolvemos fazer assim”, disparou.

“Teve uma proposta por trás. Tem que ter uma proposta por trás, porque gratuitamente não existe…”, justificou o global.

Humberto Martins expõe opinião sobre Jade Picon

Na mesma conversa, ele elogiou as atuações de Jade Picon em Travessia. O personagem do ator estará na trama como o pai da influencer. “Já fizemos um trabalho individual juntos e ela é boa. Ela tem talento, ela é inteligente. Ela pode!”, garantiu.

“Não é à toa que foi escolhida, ninguém ia fazer uma escolha que ia deixar uma situação constrangedora pra pessoa e nem para a empresa, para o projeto. Viram nela um potencial”, pontuou o artista.

O ator completou sobre a polêmica em torno do assunto: “Antigamente eram os modelos de comerciais que vinham, que entravam (nos projetos), como Victor Fasano, como eu mesmo… Eu comecei como modelo”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Luiz Fábio Almeida
Escrito por

Luiz Fábio Almeida

Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É editor-chefe e colunista do RD1, onde escreve sobre TV, Audiências da TV e Streaming. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]