Inconformados, Rachel Sheherazade e Fábio Porchat desabafam sobre chacina no Rio

Rachel Sheherazade
Rachel Sheherazade e Fábio Porchat se manifestam em rede social após chacina em favela do Rio de Janeiro (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1) 

Rachel Sheherazade e Fábio Porchat se manifestaram sobre a chacina ocorrida no Rio de Janeiro, na favela do Jacarezinho, na última sexta-feira (6). A barbárie vista pelas ruas e becos da comunidade abalaram moradores e comerciantes locais. Jornalista e humorista usaram as redes sociais e lamentaram o massacre.

Governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC) defendeu a operação policial. “É preciso deixar claro que a operação de ontem realizada pelo polícia civil foi o fiel cumprimento de dezenas de mandados expedidos pela Justiça”, afirmou.

“Foram dez meses de trabalho de investigação que revelaram a rotina de terror e humilhação que o tráfico impôs aos moradores. Crianças eram aliciadas para o crime e famílias inteiras eram expulsas de suas casas e mortas”, relatou.

Segundo ele, “a reação dos bandidos foi a mais brutal registrada nos últimos tempos” e destacou que “em nenhum lugar do mundo a polícia é recebia com fuzis e granadas quando vai cumprir o seu papel”.

As palavras do político favoráveis aos policiais foram detonadas pela jornalista. “Esse senhor não era cantor católico? Quando foi que os cristãos passaram a defender execuções sumárias?”, questionou ela.

Fábio Porchat, por sua vez, disse que o dia foi difícil na capital carioca e compartilhou uma informação dada pelo jornalista Reinaldo Azevedo, da rádio BandNews FM, sobre a força das milícias no Rio de Janeiro. “Olha que interessante…”, começou.

“1 – Milicianos ocupam 57,5% do território no Rio. Nunca houve mega-operação contra milicianos. 2 – Facções do tráfico ocupam 15,4%. 3- Em 25,2%, há disputa ou parceria. Em Jacarezinho, onde houve o massacre, a milícia nunca conseguiu entrar”, escreveu Reinaldo Azevedo em sua rede social. “Entendem?”, perguntou.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›