Indicados, jornalistas da Globo prestigiam cerimônia do Emmy Internacional

Globo
Equipe da reportagem 11 dias na Coreia do Norte: repórteres Álvaro Pereira Júnior e Renata Ceribelli e o apresentador Tadeu Schmidt (Imagem: Luiz C. Ribeiro / Globo)

Os jornalistas da Globo prestigiaram a tradicional entrega das medalhas aos indicados ao Emmy Internacional, realizado pela Academia Internacional das Artes & Ciências Televisivas, na última terça-feira (24), em Nova York, nos Estados Unidos.

Os profissionais brasileiros marcam presença na cerimônia de gala, no Lincoln Center, pelo 13º ano consecutivo, sendo o quinto que o jornalismo da Globo/GloboNews está entre os melhores do mundo.

Na categoria “Notícia”, a cobertura da morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes foi indicada, junto com representantes do Reino Unido, do Catar e da Rússia. A repórter Renata Ceribelli, que fez a primeira entrevista com a assistente de Marielle, única sobrevivente e testemunha do ataque, se disse honrada pela indicação. 

“Estou muito orgulhosa de fazer parte dessa equipe incansável, que continua honrando nossa profissão e cobrando as autoridades sobre o caso. Esta indicação já é um prêmio”, afirmou ela. O prêmio foi entregue a ITN e Canal 4, do Reino Unido, pela cobertura do escândalo da Cambridge Analytica, sobre o roubo de dados de milhões de pessoas pelo mundo.

Em “Atualidade”, a Globo concorreu com a Suécia, Nigéria e Reino Unido com a reportagem 11 dias na Coreia do Norte, do Fantástico. Exibida em setembro de 2018, traçou um painel do país mais fechado do mundo em seu 70º aniversário e incluiu imagens raras de trabalhos forçados. A medalha foi entregue à Sveriges Television (SVT), da Suécia, com o programa Missão Investigar: Diplomacia Enganosa, que abordou o assassinato de funcionários da ONU no Congo.

“Desde o trabalho da equipe, que conseguiu produzir essa viagem, até a brilhante reportagem conduzida pelo craque Álvaro Pereira Júnior, tudo foi feito de maneira impecável. Nos dias de hoje, temos a impressão de que já se viu de tudo deste planeta. Mas as reportagens conseguiram nos apresentar, com uma qualidade única, um mundo novo e incrível”, disse o apresentador Tadeu Schmidt.

Além de Tadeu Schmidt e de Renata Ceribelli, o diretor de Jornalismo da Globo, Ali Kamel; o diretor de Jornalismo do Rio de Janeiro, Vinícius Menezes; o diretor do Fantástico, Bruno Bernardes; o editor-chefe e apresentador do Jornal Nacional, William Bonner; a apresentadora do Jornal da Globo, Renata Lo Prete; os repórteres Paulo Renato Soares e Álvaro Pereira Júnior; e o produtor Leslie Leitão também estiveram em Nova York para acompanhar a premiação.

Além da vitória do Jornal Nacional em 2011, pela cobertura da pacificação do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, a Globo já recebeu outros 16 troféus do Emmy. Este ano, a emissora concorre em duas categorias no Emmy Internacional de Entretenimento: Minissérie, com Se Eu Fechar os Olhos Agora, e Melhor Atriz, com Marjorie Estiano, pelo trabalho na segunda temporada do drama médico Sob Pressão. Os vencedores serão conhecidos no dia 25 de novembro.

WordPress Lightbox