Ingrid Guimarães revela se aceitaria participar do BBB

Ingrid
Ingrid Guimarães foi sincera ao falar sobre um possível convite para entrar no reality global (Imagem: Reprodução / Globo)

A atriz Ingrid Guimarães esteve no Encontro na manhã desta segunda-feira (03) e falou sobre o assunto do momento: o BBB 2021. Durante o bate-papo com Fátima Bernardes, a humorista foi questionada se aceitaria participar do reality global.

Sem hesitar, Ingrid afirmou que não entraria para o programa e se justificou: “Eu sou meio brigona. A gente tem que ver que ali é uma vida parcial. Imagina se todos nós fôssemos filmados em todos os momentos? Ninguém é tão bom nem tão ruim assim. Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi“.

Ela ainda se mostrou revoltada com a eliminação de Gilberto, na noite do domingo (02), que enfrentava o paredão com Juliette e Camilla de Lucas.

Fiquei arrasada com a saída do Gil. Ele foi um acontecimento, nos proporcionou as maiores alegrias, as maiores piadas, além de nos trazer muito entretenimento. Em tempos de pandemia, de confinamento, agradeço muito a ele os bons momentos que nos proporcionou. A minha vontade foi encontrá-lo no estúdio onde ele estava dando entrevista ao ‘Mais Você’. Uma pena ele não estar entre os finalistas, seria muito significativo tê-lo na final com a Juliette, dois nordestinos”.

Ela ainda completou: “Como comediante, a gente escreve, edita, para poder fazer uma cena que ele faz normalmente. Ele é um comediante nato. Até quando está sofrendo, ele é engraçado. Tem bordão, ‘lascado’, tem expressão, chama Jesus toda hora, ‘misericórdia’. O cara já é um vencedor. Não tem torcida que tire o cara que já é vencedor. Daqui a uns anos a gente nem vai lembrar que pódio ele tava, vai lembrar que ele marcou o BBB“.

Fátima, então, quis saber de Ingrid quem ganharia o programa entre Juliette, Camilla e Fiuk. A atriz revelou torcer pela vitória da maquiadora e explicou o motivo: “Me identifico desde o primeiro dia. É aquela pessoa que é um pouco confusa, fala na hora errada, mas ao mesmo tempo é coração, ajuda todo mundo, se perde, volta, é real, é a mulher que todo mundo é“.

Meu marido fala uma coisa da Juliette: ela não é bélica. Num momento em que a gente está no mundo e no Brasil, principalmente, de extremismo, é uma menina que não é bélica. Você vê que vai pela intuição o tempo inteiro. Ela briga, perdoa, abraça, não é vingativa“, completou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›