TV Globo
Globo comemorará 54 anos no dia 26 de abril (Imagem: Divulgação)

Quase sexagenária, a Globo terá seu aniversário comemorado em uma sessão especial do Senado. A solenidade está marcada para esta sexta-feira (26), às 9h, quando a emissora completa seu 54º aniversário.

O requerimento, aprovado no dia 12 de fevereiro, segundo o site do Senado Federal, foi assinado pelos seguintes senadores: Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Izalci Lucas (PSDB-DF), Dário Berger (MDB-SC), Otto Alencar (PSD-BA), Ciro Nogueira (PP-PI) e Lasier Martins (Pode-RS).

Os autores do pedido da sessão especial apontam que a Globo merece a honraria por manter projetos sociais como o Criança Esperança, que arrecada doações para instituições solidárias.

Consta ainda no requerimento que o canal conquistou a confiança do público, sendo hoje transmitido em território brasileiro e internacional. A contribuição com “a cultura, a política e a opinião pública” da Globo é outra justificativa dos senadores para embasar o pedido de homenagem.

A Globo, fundada pelo jornalista Roberto Marinho (1904-2003), teve sua inauguração em 26 de abril de 1965 na cidade do Rio de Janeiro.

Depois de “Éramos Seis”, outra novela vai ganhar remake na Globo

Atenção noveleiros de plantão. A Globo prepare para breve mais um remake de uma obra cultuada pelo público e crítica, e que marcou época.

Depois de “O Astro” (2011), “Ti Ti Ti” (2011), “Gabriela” (2012), “Saramandaia” (2013), “Guerra dos Sexos” (2013), “O Rebu” (2014), “Meu Pedacinho de Chão” (2014) e “Haja Coração” (2016) – um reboot de “Sassaricando” (1987) – nesta década, e em vias de lançar “Éramos Seis”, cuja estreia está programada para outubro, na faixa das 18h, o canal vai tirar do papel uma releitura de “Os Ossos do Barão”, inspirada na icônica peça de Jorge Andrade (1922-1984), de 1963.

Em 2010, a três anos do cinquentenário de criação da obra, a Globo adquiriu os direitos de produção do título para a TV. A ideia, a princípio, era produzir uma nova versão em 2013, como forma de homenagear os 40 anos da primeira adaptação para a TV, em 1973, via plim plim. Na época, a narrativa, escrita pelo próprio Jorge Andrade e dirigida por Régis Cardoso (1934-2005), contou com um elenco estelar: Lima Duarte, Paulo Gracindo (1911-1995), Dina Sfat (1938-1989), José Wilker (1944-2014) e Renata Sorrah.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!