Isabelle Drummond faz confissão surpreendente sobre carreira

Isabelle Drummond
Atriz foi sincera ao falar sobre o glamour que sua profissão tem (Imagem: Reprodução / Instagram)

A atriz Isabelle Drummond esteve no canal de Tatá Fersoza no YouTube e fez algumas confissões sobre a carreira. Entre elas, a ex-intérprete de Emília, no Sítio do Picapau Amarelo, contou que leva a vida de forma mais reservada e que não gosta de estar no glamour da profissão.

“Fui me movendo de mandei bem intuitiva, de acordo com o que acreditava, tentando não me agredir. Passar pelos processos da forma que achava que eram saudáveis para mim, mas não muito pensado, simplesmente vividos. Sempre gostei de ter uma vida normal, real, aquela coisa fora… nunca gostei de estar na coisa glamourizada da carreira. Gosto de pegar bicicleta, ir ao mercado, estar com pessoas…”.

Sobre a experiência de ter dado o primeiro beijo na TV, aos 9 anos, Isabelle disse que foi algo difícil para ela: “Foi uma coisa ‘complicadérrima’ para mim, pois sempre me preservei muito. E eles me enganaram, o diretor me enganou. Ele disse que não ia ter e combinou com o ator. Eu estava de olho fechado, porque era uma cena de atropelamento“.

Quando isso aconteceu foi quase como se tivesse me invadido porque não tinha sido combinado comigo. Enfim, essas coisas acontecem nos processos de produções artísticas. Algumas eu não sou a favor, pois podem ser muito traumáticas. Converso muito com diretores e preparadores. Tem que se ter um processo saudável para a alma“, completou.

A artista deixou claro que sua ideia é ser reconhecia pelo trabalho e não pela vida pessoal. “Não quero que as pessoas vejam demais a Isabelle e elas não consigam ver os personagens. É uma coisa que desde adolescente ficava assim, sabe? Não queria sair demais em veículos de imprensa, toda hora sendo vista. Isso é uma coisa que me incomodava. Queria que as pessoas vissem em mim a arte, que é o que tenho de relevante“, explicou.

Isabelle chegou a passar por uma fase muito exposta, quando viu o término do seu relacionamento com Tiago Iorc vir à tona. Na ocasião, Bruna Marquezine foi apontada como pivô da separação, o que foi negado depois. “Eu particularmente não gostava de expor, mas quando tem algo mais sólido, tipo um casamento, não tem problema, não é uma coisa ruim. Claro de acordo com cada um“, concluiu.

Veja mais ›