Ivete Sangalo se declara às filhas gêmeas ao compartilhar foto rara

Ivete Sangalo
Ivete Sangalo se declara às filhas gêmeas ao compartilhar foto rara (Imagem: Reprodução / Instagram)

Embora Ivete Sangalo não tenha tabus para falar de sua vida, ela prefere uma postura mais comedida em relação às filhas gêmeas. Numa publicação nas redes sociais, abriu uma exceção.

A cantora posou abraçada ao lado de Marina e Helena, que completam dois anos de idade em fevereiro e encantou com a fofura com o clique familiar.

Na legenda da publicação, Ivete escreveu o seguinte: “Se alguém aguenta me avisa, porque eu não tô aguentando. O amor me invadindo de uma forma que nem eu consigo explicar. Meus mundos apertados num abraço. Te amos filhas. Papai do céu, você é massa demais. Lhe agradeço“.

Além das mais de 1 milhão e 600 mil curtidas no Instagram, famosos também deixaram seus comentários. “Awww não existe amor maior. Aproveita sua linda“, escreveu Gisele Bündchen. “PELAMORDEDEUS! Deus abençoe demais“, complementou Michel Teló. “Trio de gatinhas lindas“, disparou a cantora Solange Almeida.

Vale lembrar que Ivete Sangalo está há mais 10 anos com o nutricionista Daniel Cady. A baiana tem outro filho com o marido, o carismático Marcelo (10).

Confira:

Atitude de Ivete Sangalo com governador do RJ

Ivete Sangalo tomou uma atitude surpreendente na última sexta-feira (6). A cantora decidiu não receber Wilson Witzel (PSC), governador do Rio de Janeiro, em seu camarim.

A informação foi divulgada pelo colunista Lauro Jardim, de O Globo, que disse que a recusa aconteceu enquanto a baiana se arrumava para participar do encerramento da festa de um escritório de advocacia na capital carioca.

Ivete Sangalo ficou sabendo do pedido do político e teria avisado para a produção que não gostaria de recebê-lo. O evento, que aconteceu no hotel Copacabana Palace, reuniu cerca de 3.300 pessoas.

Além do governador, a cerimônia contou com a presença de outras personalidades do meio político, como o presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Cláudio de Mello Tavares, o ex-prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes e Gustavo Bebianno, ex-ministro do governo de Jair Bolsonaro.

O motivo da recusa da cantora não foi divulgado, mas, nas últimas semanas, Wilson Witzel tem sido criticado pelo seus posicionamentos com relação a segurança pública do estado.

WordPress Lightbox