Jornal da Record
Adriana Araújo e Celso Freitas no novo cenário do “Jornal da Record”; audiência do noticiário segue em baixa (Imagem: Antonio Chahestian / Record)

A estreia do novo cenário do “Jornal da Record” não influiu na audiência do noticiário conduzido por Adriana Araújo e Celso Freitas, segundo dados obtidos na Grande São Paulo. A Record se deu melhor com o boletim “JR 24 horas”, apresentado por Sergio Aguiar no início da madrugada. Os destaques do jornalismo, porém, ficaram mesmo com o “Balanço Geral SP” e o “Cidade Alerta”.

No ar das 21h41 às 22h40, o “Jornal da Record” registrou 5,4 pontos, 7 de pico e 8% de participação no número de televisores ligados (share). O telejornal anotou 12% de crescimento no comparativo da edição de ontem (10) com a de segunda-feira passada (2), quando fechou em 4,9 pontos; por critérios de arredondamento, 5 pontos nas duas ocasiões.

O “JR 24 horas” foi ao ar entre 0h30 e 0h45. O boletim marcou 2,8 pontos, 4 de pico e 8% de share; 27% de acréscimo em relação à segunda-feira anterior, quando a série “MacGyver” amealhou 2,2 de média.

Mais cedo, o “Balanço Geral SP” emplacou 8,8 pontos, 11 de pico e 21% de share, entre 12h e 15h – contra 6 do SBT. O quadro “A Hora da Venenosa” chegou à liderança: 10 pontos frente 9 da Globo, das 14h06 às 15h. O “Cidade Alerta” cravou os mesmos 8,8 pontos, 12 de pico e 15% de share, entre 16h47 e 19h52 – versus 9 do terceiro colocado.

A Record também foi vice nesta segunda-feira com as reapresentações de “Bela, a Feia” (2009) – 7,8 x 5 do SBT – e “Caminhos do Coração” (2007) – 5,9 x 5. Também a inédita “Topíssima”, com 8,5 x 8.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos