Jornal Nacional abre 2020 vencendo novelas das 19h e das 21h

Jornal Nacional
Rodrigo Bocardi e Ana Paula Araújo no Jornal Nacional; noticiário conquista maior audiência da TV no dia 1° de janeiro (Imagem: Divulgação / Globo)

O Jornal Nacional foi o programa mais visto da TV brasileira no primeiro dia de 2020. Com apresentação de Ana Paula Araújo e Rodrigo Bocardi – cobrindo folgas de Renata Vasconcellos e William Bonner – e a chegada da nova âncora do mapa-tempo, ainda que em caráter interino, Anne Lottermann, o tradicional noticiário da Globo superou a audiência das novelas Bom Sucesso e Amor de Mãe.

Dados obtidos na Grande São Paulo nesta quarta-feira (1º) atestam os 27,4 pontos do Jornal Nacional, acima dos 26,4 alcançados por Bom Sucesso – centrada na “tomada de poder” da Editora Prado Monteiro pelo vilão Diogo (Armando Babaioff) – e dos 25,6 atingidos por Amor de Mãe – com foco na aflição de Vitória (Taís Araújo) após descobrir ser mãe de Sandro (Humberto Carrão).

Pela manhã, os telejornais Bom Dia São Paulo e Bom Dia Brasil foram substituídos pela faixa Desenho Especial, apresentando Toy Story 2 (1999), com 4,1. Em seguida, 5,4 do Mais Você e 7,1 para o Encontro. Os noticiários vespertinos se saíram bem: 10,6 com SP1, 10,1 do Globo Esporte SP e 11 para o Jornal Hoje. O Se Joga derrubou para 8,7; com Shrek Terceiro (2007), a Sessão da Tarde retomou os dois dígitos (11,8).

A Globo também apostou em animações no horário nobre. Procurando Dory (2016) rendeu 17,8 pontos para o Festival Ano Novo. O Jornal da Globo, por sua vez, fechou com 9,8 de média. Em seguida, Corujão em dose dupla: Quebrando a Banca (2008) garantindo 6,9 pontos e Deus é Brasileiro (2003) marcando 5,2. Por fim, o primeiro Hora Um de 2020, com 5,5 de média.

MAIS LIDAS

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›