Jornal Nacional expõe suposto esquema de corrupção da Igreja Universal com Crivella

Jornal Nacional
Jornal Nacional cita Igreja Universal (Imagens: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

O Jornal Nacional deste sábado (12) repercutiu nas redes sociais ao noticiar as apurações do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) sobre o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) e acabou citando a polêmica Igreja Universal.

A briga entre a instituição evangélica com a Globo é antiga e sempre acaba sendo reforçada por conta da ligação entre Universal e Record, concorrente da emissora carioca. No JN, William Bonner citou a Operação Hades, que investiga um suposto ‘QG da Propina’.

O MP afirma que a Igreja Universal do Reino de Deus foi usada para lavar dinheiro desviado no esquema de corrupção da Prefeitura do Rio“, disparou Renata Vasconcellos logo na abertura. Em seguida, a matéria completa revelou os detalhes da apuração.

Foi falado sobre os indícios de “bilionárias movimentações atípicas” da Igreja Universal do Reino de Deus, afirmando que seria “verossímil concluir que a entidade religiosa está sendo utilizada como instrumento para lavagem de dinheiro”.

A quantia, por sua vez, seria “fruto da endêmica corrupção instalada na alta cúpula da administração municipal”. Por fim, o MP citou ainda o suposto “envolvimento de Mauro Macedo [primo de Edir Macedo] na trama criminosa”.

As movimentações envolveriam até R$ 5,9 bilhões. Além disso, o Jornal Nacional divulgou conversas do empresário Rafael Alves, figura influente da gestão de Crivella, que acabou sendo apontado como suposto operador do criminoso esquema.

Confira:

CONTINUE LENDO →

Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e compartilha o dia a dia dos artistas, famosos e celebridades. Acompanhe no Instagram clicando aqui!