Jornal Nacional repercute denúncias de estupro contra Felipe Prior, do BBB 2020

Felipe Prior
William Bonner, à frente do Jornal Nacional desta sexta-feira (3); acusações contra Felipe Prior ganham destaque no noticiário (Imagens: Reprodução / Globo)

O Jornal Nacional desta sexta-feira (3) repercutiu as acusações de estupro e tentativa de estupro que pesam sobre Felipe Prior, ex-participante do BBB 2020. Em uma matéria de pouco mais de três minutos, conduzida pela repórter Elaine Bast, o JN trouxe detalhes das denúncias de três jovens, um breve depoimento de uma das representantes das vítimas na Justiça, a confirmação do afastamento de Prior dos jogos universitários, em 2018, por queixas de crime sexual, a versão do brother e a posição da Globo.

Foi William Bonner quem chamou a reportagem de Bast, baseada em pauta da revista Marie Claire também divulgada nesta sexta. “O Ministério Público de São Paulo pediu à polícia a instauração de um inquérito para apurar denúncia contra o arquiteto Felipe Prior. Numa notícia-crime enviada à Justiça, três mulheres o acusam de estupro e tentativa de estupro”, anunciou o âncora do JN.

O Jornal Nacional teve acesso ao documento encaminhado pelas jovens à Justiça. Elas acusam Felipe Prior por “um estupro em 9 de agosto de 2014 que, segundo a acusação, resultou em lesões graves na vítima. Uma tentativa de estupro que teria acontecido em setembro de 2016 durante o Interfau, os jogos universitários das faculdades de arquitetura de São Paulo. E um outro estupro, dois anos depois”, conforme destacado na matéria.

O noticiário trouxe ainda uma fala, por vídeo-chamada, de Maira Machado Frota Pinheiro, advogada das vítimas. E citou a nota da Interfau, na qual a organização dos jogos universitários entre cursos de arquitetura de São Paulo revela que, “devido ao recebimento de mais de uma denúncia acusando-o de assédio, além de uma acusação de crime sexual durante o Interfau de 2018”, Prior foi permanente expulso do evento.

Ainda, o pedido indeferido pela juíza Patrícia Álvares Cruz, para proibir contato do ex-brother com as vítimas.

William Bonner leu trechos da defesa de Felipe Prior, publicada em seu Instagram, em que ele “repudia, veementemente, as levianas informações espalhadas sobre supostos fatos que teriam ocorrido há anos, mas somente agora, depois de ter adquirido visibilidade pública, são manobrados”.

Por fim, Renata Vasconcellos destacou a posição do canal perante o caso: “A Globo é veementemente contra qualquer tipo de violência, como se percebe diariamente em seus programas jornalísticos e mesmo nas obras do entretenimento. E entende que cabe às autoridades a apuração rigorosa de denúncias como esta”.

A pauta repercutiu na web.

Confira:

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox