Paulo Henrique Amorim
Paulo Henrique Amorim foi um dos âncoras do “Domingo Espetacular” (Imagem: Reprodução / YouTube)

O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu na madrugada desta quarta-feira (10). Aos 76 anos, o ex-apresentador do “Domingo Espetacular” faleceu em casa, no Rio de Janeiro, de acordo com informações do portal R7.

Segundo a esposa de Amorim, Geórgia Pinheiro, ele sofreu um infarto fulminante. O jornalista trabalhava na Record desde 2003, mas havia sido afastado recentemente do comando do dominical.

Seu trabalho como jornalista se estendia desde 1961, no jornal A Noite. Teve passagens por Nova York como correspondente internacional e pela revista Veja. Também trabalhou na TV Manchete e na Globo.

Na Band, atuou no comando do “Jornal da Band” em 1996 e, posteriormente, migrou para a TV Cultura. Na Record, ele apresentou o “Jornal da Record – 2ª Edição” e o primeiro formato do “Tudo a Ver”.

PHA ficou conhecido pelo bordão “Olá, tudo bem?”. O jornalista deixa, além da esposa, uma filha.

Paulo Henrique Amorim estava afastado

Paulo Henrique Amorim havia sido afastado do comando do “Domingo Espetacular” nas últimas semanas após um suposto envolvimento do governo de Jair Bolsonaro na decisão da Record.

No departamento de Jornalismo da Record haviam sérias discussões sobre o futuro de Paulo Henrique. Nos bastidores, ninguém colocou fé sobre a permanência de Amorim na emissora até o fim do seu contrato.

Há quem apostasse que o jornalista e a Record entraram em um acordo para a rescisão do contratual. Desde o último dia 30, o “Domingo Espetacular” passou para as mãos de Patrícia Costa e Eduardo Ribeiro, substituto de Paulo Henrique Amorim.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!