José de Abreu ataca Pazuello após Bolsonaro efetivar general no Ministério da Saúde

José de Abreu
José de Abreu rasga o verbo contra general Pazuello (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

José de Abreu soltou o verbo contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a última decisão do “capitão”. Após 4 meses como ministro interino, o general Eduardo Pazuello foi anunciado como o Ministro da Saúde. Na segunda-feira (14), o país atingiu 132 mil mortes por covid-19.

O desabafo do ator veio à tona quando o deputado federal e secretário geral do PT criticou a decisão do Chefe do Executivo. “Depois de chegar a 132 mil mortos pelo coronavírus, Bolsonaro decide efetivar general Pazuello no ministério da saúde”, disparou.

Indignado com a situação, Abreu não segurou a crítica e atacou o governo federal. “Provou que serve: ajuda a matar. Bolsonaro já disse que militar é treinado para isso, matar. Perfeito. O fascio [fascismo] agradece”, detonou.

Nesta terça-feira (15), foram incluídos 1.113 registros de mortes no balanço divulgado pelo Ministério da Saúde. Foram mais 36.653 casos em 24 horas, totalizando 4.382.263 confirmados. Destes, 578.016 pacientes estão em acompanhamento e 3.671.128 recuperados.

A média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 813 óbitos, uma variação de -7% em relação aos dados registrados em 14 dias. A média móvel de casos foi de 31.311 por dia, uma variação de -22%. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa.

Confira:

CONTINUE LENDO →

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.