José Luiz Datena sobre desistência da política: “Não era o momento”

Datena
Datena falou sobre desistência da política e se irritou com perguntas (Imagem: Divulgação / Band)

José Luiz Datena, que desistiu na última semana de concorrer ao Senado, falou pela primeira vez sobre seu afastamento da política. O apresentador do “Brasil Urgente” e do “Agora é Domingo” declarou que a decisão foi puramente pessoal.

“Minha decisão foi puramente pessoal, tomada em conjunto com a minha família. Entendemos que não era o momento e só isso, mas jamais por questão de dinheiro”, disse ele em entrevista ao colunista Flávio Ricco, do UOL.

“O meu contrato com a Bandeirantes seria cumprido normalmente. Se eleito, trabalharia em Brasília durante a semana e faria meu programa aos domingos. Isto já estava acordado com a Band”, revelou.

Datena também deixou claro que não desistiu das eleições por causa do dinheiro. “Primeiro que nunca ganhei um milhão por mês e ninguém, sem ser o Imposto de Renda, tem alguma coisa a ver com isso. Já disse e repito: se eleito, eu continuaria trabalhando e recebendo normalmente da Band”, garantiu.

“E por outra, nunca fui alguém de me prender por dinheiro. Minhas decisões nunca se apoiaram nisso, até porque fui o único da televisão, até hoje, a pagar R$ 23 milhões de multa quando decidi não trabalhar mais na Record”, relembrou.

Saiba Mais:

Aos 15 anos, filho de Caio Blat vai atuar com o pai em filme; veja

Zilu revela por que ainda usa o sobrenome de Zezé Di Camargo

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›