Marcos Palmeira e Reynaldo Gianecchini disputam Juliana Paes em “Dias Felizes”, novela das 21h (Imagens: Divulgação / Globo)

Marcos Palmeira ou Reynaldo Gianecchini? Ou melhor: Amadeu ou Régis? Esta será a dúvida de Maria da Paz, personagem de Juliana Paes na próxima novela das 21h, “Dias Felizes”, de Walcyr Carrasco. A informação é do jornalista Leo Dias. Com este triângulo amoroso, a trama se afasta, em termos, das comparações – que dominam o noticiário sobre o enredo na web – com “Vale Tudo” (1988), clássico da TV brasileira em reprise no Canal Viva.

Na primeira fase, Maria da Paz, então morando no Espírito Santo, se envolve com Amadeu. Contudo, devido às “armadilhas do destino”, um passa a acreditar que o outro está morto. É quando ela se muda para São Paulo, onde começa a progredir com a venda de bolos. Lá, conhece um playboy à beira da falência, Régis; a princípio, interessado apenas no dinheiro da heroína. É quando Amadeu ressurge, para confundir Maria da Paz – que, a esta altura, já encantou Régis.

“Dias Felizes” vinha sendo comparada a “Vale Tudo” por conta da relação da batalhadora protagonista com a filha ambiciosa, a cargo de Agatha Moreira – bem próxima do conflito de Raquel (Regina Duarte) e Maria de Fátima (Gloria Pires) na trama de 1998. No que tange à vida amorosa, porém, Maria da Paz e Raquel guardam diferenças: a segunda abandonou o marido, Rubinho (Daniel Filho), no primeiro capítulo e, ao longo da narrativa, só se envolveu com Ivan (Antonio Fagundes).

A próxima novela de Walcyr Carrasco terá direção artística de Amora Mautner. No elenco, além de Juliana Paes, Marcos Palmeira, Reynaldo Gianecchini e Agatha Moreira, estão Caio Castro, Nathalia Dill, Paolla Oliveira, Sérgio Guizé, Antonio Calloni, Deborah Evelyn, Nívea Maria, Vera Holtz, José de Abreu, Nathalia Timberg, Rosamaria Murtinho e Sheron Menezzes, dentre outros.

Suely Franco e Genézio de Barros são escalados para novela de Walcyr Carrasco

Genézio de Barros e Suely Franco, dois atores recorrentes em obras de Walcyr Carrasco, foram escalados para “Dias Felizes”. A informação é da jornalista Patrícia Kogut.

Genézio de Barros participou de “O Profeta” (2006), trama de Duca Rachid e Thelma Guedes, supervisionada por Walcyr. No ano seguinte, esteve em “Sete Pecados”, escrita pelo autor. Os dois também estiveram juntos em “Gabriela” (2012), “Amor à Vida” (2013), “Verdades Secretas” (2015) e “O Outro Lado do Paraíso” (2017).

Suely Franco marcou presença em “O Cravo e a Rosa”, primeiro folhetim de Carrasco na Globo – em parceria com Mário Teixeira. Atriz e autor se reencontraram em “Sete Pecados” (2007). O último trabalho de Suely na Globo, “Eta Mundo Bom!” (2016), também foi desenvolvido pelo novelista.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!