Junno Andrade parabeniza Xuxa com declaração amorosa

Xuxa
Junno Andrade escreveu mensagem para Xuxa (Imagem: Reprodução / Instagram)

Completando 56 anos nesta quarta-feira (27), Xuxa Meneghel ganhou de Junno Andrade uma linda declaração amorosa. No perfil do Instagram do ator, ele postou fotos ao lado da esposa e escreveu uma mensagem carinhosa.

Minha senhora / Que me traz o doce da lua / O tempo é sopro de riso ao passar por ti / E o quanto te revela a menina que é… Meu norte é me perder em teu colo / Beijo com gosto de mel que a vida não tira / E quando passa, seu perfume me arrasta… Sou mesmo refém desse seu olhar / Do seu abraço, escravo! / Ao seu lado sou inteiro, seu!“, escreveu.

“Você é meu presente no dia que é teu / Já que ganho mais noites pra te decorar / Menina, mulher, senhora… Só quero o dia que não acaba… / Te desejo gargalhadas / E seus amores! / Te amamos / Ju e Duduzinho… E uma frase que não é minha….’Descubra quem você é…. / E seja você de propósito!!!!‘”, completou.

Em resposta, a apresentadora disse: “Te amo tantuuuuuu“. Nos comentários, os fãs elogiaram. “Coisa mais linda esse amor. Xu, feliz todos os dias, Rainha!“, disse uma seguidora. “Vocês são tão lindos juntos“, comentou outra. “Que casalzão“, afirmou uma terceira.

Junno Andrade se declara para cachorrinho e lamenta perda

Nesta terça-feira (12), Xuxa Meneghel lamentou a perda de seu cachorrinho de estimação, Duduzinho. Em seu perfil do Instagram, a apresentadora falou do amor pelo animal e sugeriu que a causa da sua morte possa ter sido por erro médico.

Quem também resolveu prestar uma homenagem para o pet foi Junno Andrade, esposo da loira. Em sua rede social, o ator publicou diversas fotos ao lado de Xuxa e de Dudu. Para acompanhar, Andrade escreveu um texto emocionante.

Meu pai era um apaixonado por cachorros, por bichos, e minha irmã trouxe isso bem forte em seu DNA. Eu sempre tive cachorro, gato, peixe, até passarinho, mas não entendia o amor que eles sentiam pelos bichos, aquela paixão… sério, achava meio exagerado. “Amava” meus bichinhos, pelo menos pensava que sim, mas era diferente, outra intensidade. Até ser apresentado por um carinha minúsculo, carismático, com uma personalidade marcante, aliás, hoje nem o considero mais um cachorro, no mínimo um duendezinho, que atendia pelo nome de Dudu. Sim, Eduardo Meneghel, o Duduzinho“, escreveu.

A gente quase conversava, tínhamos alguns códigos, eu quase sempre acertava quando ele queria brincar, ir fazer xixi, cocô…. comer….. até discutia com ele… queria que o tempo voltasse pra não reclamar mais das vezes que ele ficava latindo sem parar, querendo chamar minha atenção. Tudo que eu queria agora era ter enxaqueca de tantos latidos. Sim, era comigo mesmo. A Xu perguntava: “- O que você quer Dudu”, e ele olhava pra mim, balançava a cabeça, tipo “vem pra cá papai”, vamos brincar, ou apenas deite aqui do meu lado, parecia até saber que tínhamos pouco tempo…. Com o tempo ele também escolhia o meu colo, o meu braço, se sentia seguro. Ele fez com que sua mãe confiasse seus cuidados a mim. Hoje posso dizer que entendo perfeitamente o amor que meu pai e minha irmã sentiam“, afirmou Junno em outra parte da legenda.

CONTINUE LENDO →

Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais. Apaixonada por séries e filmes, adora passar o tempo na Netflix. Está nas redes sociais no @bittencourt.caroline.