Jurado do Cozinhe Se Puder revela ser contra chefs carrascos nos realities culinários

Giuseppe Gerundino no Cozinhe Se Puder
Jurado do Cozinhe Se Puder revela ser contra chefs carrascos nos realities culinários (Imagem: Lourival Ribeiro / SBT)

Na noite do último sábado (7), o reality show Cozinhe Se Puder – Mestres da Sabotagem estreou sua segunda temporada na tela do SBT. Agora sob o comando de Otaviano Costa, a atração promete se distanciar dos atuais formatos culinários já vistos na televisão nacional.

Durante a coletiva de imprensa do programa, da qual o RD1 participou, o jurado Giuseppe Gerundino abriu sua visão sobre os chefs carrascos de outros realities. Ele declarou ser completamente contra aos ataques que alguns profissionais fazem contra participantes.

“Estou acostumado a avaliar, seja na minha escola ou no programa. Não preciso ofender ninguém só porque um prato deu errado ou ficou uma porcaria. Espero ajudar as pessoas a entenderem que não precisa ficar bravo ou louco na cozinha para que algo dê certo”, disse o cozinheiro.

Veja Também

No reality show, quatro cozinheiros disputam o prêmio de até R$ 25 mil por episódio. O grande problema é que eles precisam lidar com as sabotagens dos colegas de competição. Nesse momento, eles passam pelas situações mais inusitadas que poderiam imaginar.

Mesmo sem acompanhar as sabotagens que aconteceu durante o jogo, ele fala já ter passado por apuros nessa situação.

“Ao longo dos dias, apareceram tantas sabotagens. Adoro experimentar! Porém, tiveram algumas vezes em que o negócio estava realmente difícil. Não posso esquecer uma carne crua de cordeiro e um tartar que foi servido com toda a gordura. Foram dois dias turbulentos, vamos chamar assim”, afirmou.

Otaviano Costa promete dar clima leve ao reality

Uma das maiores trunfos do Cozinhe Se Puder – Mestres da Sabotagem é justamente a diversão. Porém, a segunda temporada promete ser bastante diferente da primeira. Começando pela mudança na apresentação.

Sérgio Marone esteve como apresentador do programa, mas acabou deixando a função. Na primeira edição, a atração usou um tom um pouco sombrio para o jogo de trapaça entre os cozinheiros. Mas o novo apresentador, garantiu mudanças.

“Não queria atrapalhar os cozinheiros, queria ser uma válvula de entretenimento para gerar a disputa, a tensão, o medo, a emoção, como conseguimos gerar, de certa maneira, em vários momentos. Como apresentador, foi um jogo de sutilezas para incentivar a competição, mas não virar um inconveniente na realização dos pratos”, declarou o apresentador.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›